segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

7 PASSOS PARA SE PERDOAR


7 PASSOS PARA SE PERDOAR 
E porque este é o segredo para relacionamentos duradouros
Escrito por Gabrielle Carreira 
da Equipe Eu Sem Fronteiras

Quem nunca falhou num relacionamento?

Quem nunca superestimou suas próprias opiniões?

É muito comum deixar de prestar atenção num relacionamento, deixar acontecer algumas coisas que podem ferir o parceiro.

Quando essa relação chega ao fim é que se notam os erros. Como voltar atrás agora? Se você está passando por uma situação do tipo, precisa ter uma prioridade: o exercício do perdão.

Como aprender a perdoar o outro e, principalmente, a perdoar a si mesmo?

Sentimentos de culpa, arrependimento e tristeza virão à tona, mas você precisa aprender a se conhecer para entender o cerne dos seus erros. E no final se perdoar!

Reconheça os seus erros

Perceber quais foram os seus erros e tomar a responsabilidade por eles é o primeiro passo no caminho do autoperdão.

Perceba os momentos nos quais você tomou decisões ruins e como toda a sua vida seguiu por um caminho errado depois disto.

Após isso, reflita sobre o que você poderia ter feito de diferente, qual teria sido a decisão mais sábia a se tomar.

Em vez de culpar outra pessoa ou bancar a vítima, aceite a responsabilidade pelas áreas na sua vida em que você cometeu erros, sejam eles pequenos ou grandes.

Honre os seus sentimentos (todos eles)

Como você se sente em relação às situações que tem vivido?

Reconhecer e aceitar os sentimentos de culpa, raiva, tristeza que surgirão neste processo é primordial. Permita-se sentir estas emoções de todo coração e identifique-se com elas.

Que tal falar com o seu parceiro sobre estes sentimentos? Se expressar pode te ajudar no processo de aceitação e perdão. E por que não falar consigo mesmo? Escreva uma carta endereçada a você, ou um diário, mas que seja algo totalmente sincero.

A partir de hoje, procure estar ciente do que você sente para que você possa compreender todas as situações.

Seja compassivo consigo mesmo

Durante a sua vida você adquiriu comportamentos e características que se relacionam ao ambiente que conviveu.

Por exemplo, você com certeza carrega muitos hábitos herdados dos seus pais. E muitas vezes as suas ações partiram destes condicionamentos, por isso, não se culpe tanto.

Aprenda a se dar um tempo para relaxar e entender porque você faz aquilo que faz. Porém a resposta pode não ser simples, nem fácil de digerir. Tenha compaixão por si mesmo nestes momentos.

Você poderia nem saber que estava errando, mas agora é hora de fazer algo melhor e ser uma pessoa melhor.

Lembre-se: você está fazendo o melhor que pode

Se você soubesse fazer melhor, com certeza estaria fazendo, não é? Ninguém quer machucar ninguém, mas às vezes as coisas perdem o controle. Fique calmo! Existe tempo para tudo, até mesmo para amadurecer e reconhecer que errou.

Ninguém está exigindo a sua perfeição.
A vida só quer que você se torne melhor sendo você mesmo.

Lembre-se: você não é os erros que cometeu

Sim, você errou, mas a sua vida não é um erro. Sim, você falhou, mas você não é um fracassado. É importante diferenciar seus erros e comportamentos do seu valor.

Você não é uma pessoa ruim!
Você apenas não entendia o resultado do seu comportamento.

Separe as suas ações e decisões do passado do seu valor como pessoa

Você não é o que você fez no seu passado.

Muitas vezes usamos termos para nos definir que só se relacionam com o que fizemos no passado. Baseamos toda a nossa identidade no passado.

Pare de carregar o seu passado como uma “mala da vergonha”.
Ao invés disso, por que não carregar os seus erros como a certeza de uma experiência?

Afinal, o que são os erros senão a chance de acertar?

Hoje você não é aquela pessoa que errou.
Hoje você é alguém que aprendeu com seus erros e cresceu com isso.

Se você quer tentar algo novo, por que não hoje?
Não fique repetindo em sua mente aquilo que você PODERIA ter feito.

Não se prenda ao “e se”!

A melhor forma de honrar o seu passado, com tudo que ele possui, é viver o presente da melhor forma possível. Honre os seus erros tomando as melhores decisões hoje!

Conte para si mesmo uma NOVA HISTÓRIA

Você tem três opções: se agarrar à história da vítima e continuar a repeti-la em sua mente. Ou assumir a sua culpa e permitir que ela o consuma. Ou contar uma nova história.

Por que não contar uma história na qual você aprendeu com os seus erros, na qual você nutriu relacionamentos mais fortes e com cumplicidade?

Essa pode ser a sua história.
Você precisa se permitir!

Transforme seus erros numa história de motivação, aprendizado, amor e acima de tudo de PERDÃO!

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
Formatação da mensagem: DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
http://www.decoracaoacoracao.blog.br
https://lecocq.wordpress.com
Eu Sem Fronteiras 
Extraído de: http://stelalecocq.blogspot.com

ATUALIZAÇÃO DE ENERGIA - SINTOMAS

ATUALIZAÇÃO DE ENERGIA SINTOMAS Por Diane Canfield TEMPESTADES GEOMAGNÉTICAS INTENSAS OCORRENDO DURANTE A MUDANÇA DO TEMPO Bên...