LUA NOVA DE 29.11.2016 - POR CLAUDIA LAZZAROTTO ASTROLOGIA KÁRMICA

Lua Nova de Novembro – Por Claudia Lazzarotto – Astróloga Kármica. Momento de benevolência...raro nos dias de hoje...
Temos nesta Lua Nova do mês do Novembro de 2016 (que teve seu Plenilúnio hoje, 29/nov/16 às 10:19h horário brasileiro de verão), acontece com um incrível encontro* de Saturno com a conjunção entre Sol e Lua, característica da Lua nova. 


Sendo que, estes três astros estão confinados dentro de Sagitário que se encontra interceptado, assim como o planeta Terra que se encontra confiando na oposição direta ao Sol (mas, nenhum programa traça), também está confinado dentro no signo de Gêmeos.

Temos também ainda com a preciosa aspectação de quadratura exata entre Sol e Lua com os Nódulos Lunares e quase exata com Netuno.
Muita coisa né? E o que podemos entender disto?

Signos Interceptados, num mapa pessoal, em geral são considerados como representantes de conflitos e fragilidades.

Para mim eles têm esta característica justamente porque, em vidas passadas, as questões que o envolvem em cada mapa que aparecem, não foram bem resolvidas e/ou desenvolvidas e por isto devem ser sempre um foco de grande atenção para o desenvolvimento e a evolução do serem questão. Veja bem não são karmas, são questões/características pouco desenvolvidas anteriormente, talvez até e aí sim, em consequência justamente dos karmas mal resolvidos.

No mapa anual, ou transitório, como no caso deste a que me refiro hoje, os signos interceptados representam um alerta, um ponto em destaque a que devemos observar com maior atenção e os planetas ali confinados gritam por resolução efetiva.

Enfim, quando temos Sol (eu) a Lua (sentir) Saturno (Karma) confinados em Sagitário (justiça Divina) a mensagem de urgência em nos comprometermos muito profundamente com nos mesmos é muito clara. Principalmente porque estão todos conectados com Os Nódulos Lunares (Plano Divino) e Netuno (Amor Universal, Plano Espiritual), podemos entender este momento quase que como uma repescagem aos retardatários no processo de reajusto evolutivo, a tal separação do joio do trigo, que tanto já vimos falando...

É uma chance de revermos tudo que somos, acreditamos e fazemos e aceitarmos com resignação e humildade que precisamos aprender e evoluir. 

Ok...isto não é novidade para ninguém né? Mas a diferença é que quando assumimos um erro e queremos voluntariamente nos redimir o peso é bem mais leve do que quando estamos cegos e temos que passar antes do processo de aprendizado e resgate, é necessário a conscientização e esta as vezes é a pior etapa...afinal...o pior cego é sempre aquele que não quer ver.
E pobre do ser que caminha pela vida em seu Plano Divino com os olhos vendados, cego à luz e surdo à sabedoria das Leis Divinas.

Por que estas sim, são, inexoráveis sempre.
E sempre, mesmo!! Ainda que as vezes nos pareçam cruéis, são geradas por amor e visam unicamente a nossa evolução rumo à Plenitude.

Vamos neste momento vibrar juntos para que sejamos todos iluminados e possamos absorver esta benevolente vibração que nos envia o cosmos, para que alcancemos consciência compreensão resignação e comprometimento nesta etapa evolutiva em que se encontra a humanidade, por estes serão fatores decisivos em nossa caminhada.
Pedimos a Deus que nos ilumine sempre pois cada detalhe é único e decisivo.

Claudia Lazzarotto – Astróloga Kármica.
*Segundo a astrologia antiga, (com orbe estendida) a qual pratico.


Extraído de: Pax News  www.pax.org.br   - pax@pax.or

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®