PÉS DE GALINHA ESTÃO NO MENU DA VIDA, MAS VOCÊ NÃO TEM QUE COMÊ-LOS


PÉS DE GALINHA ESTÃO NO MENU DA VIDA, 
MAS VOCÊ NÃO TEM QUE COMÊ-LOS
Mensagem de Jennifer Hoffman
5 de Outubro de 2015


Será que você está percebendo uma mudança da energia em sua vida?

As coisas estão começando a funcionar, elas estão fluindo mais facilmente agora e você se sente mais em paz?

Eu estou, e é porque estamos agora afastados dos aspectos mais difíceis destes últimos meses e em nosso caminho de concluir as coisas para este ano.

Isto não significa que você possa se sentar e relaxar, contudo, tornar-se capacitado o coloca no assento do motorista – e o condutor tem que prestar atenção à estrada e dirigir. Mas o condutor também escolhe o destino. É o momento de ter a intenção focada.

Esta semana, temos tanto Mercúrio, quanto Vênus entrando direto em seus retrógrados, o que trará algum alívio, e podemos começar a nos estabelecermos na energia de Outubro. Se estiver pronto para dar um salto, poderá perceber que poderá haver alguns atrasos porque o alinhamento e o tempo são mais importantes do que concluir as coisas agora.

Tudo isto funcionará, talvez não tão rapidamente quanto tínhamos esperado. O que eu percebi agora, é que o que precisar ser feito será concluído e o que não precisar, ficará atrasado. Assim, eu deixei de ficar frustrada e irritada e foco agora a minha atenção e energia no que flui e abro mão do resto. Isto funciona muito bem para mim.

Estamos avançando agora, mas como um trem, que requer tempo para formar o impulso, apenas mantenha o pé no acelerador, suas mãos no volante e os seus olhos na estrada. E ignore os “pés de galinha” no menu, as coisas que você já curou, que concluiu e que não quer em sua vida. Este é o tema da mensagem desta semana.

No programa de rádio há algumas semanas, uma participante perguntou por que o seu ex- marido não iria deixá-la sozinha. Ela estava feliz por estar fora de um casamento difícil e ela queria que ele “desaparecesse” e nunca a aborrecesse novamente. Tive vários clientes que pensavam que uma vez que eles estavam fora de uma situação desafiadora, eles nunca teriam que vê-la ou lidar com ela novamente.

Nossos antigos problemas não desaparecem, geralmente temos que enfrentá-los novamente, mas não temos que convidá-los para a nossa vida. Isto me lembra da minha primeira experiência com os pés de frango, um prato servido com dim sum ou yum cha, petiscos tradicionais servidos em restaurantes Chineses.



Eu conheci o dim sum, ou yum cha, quando vivia em Sydney. Uma amiga me convidou para almoçar com a sua família em um dos melhores restaurantes de yum cha de Sydney. Depois de dizermos Olá e nos sentarmos, uma multidão de garçons começou a circular o restaurante com carrinhos carregados de cestas e pratos a vapor, com muitos tipos diferentes de alimentos.

Tudo o que escolhemos do carrinho foi colocado sobre a mesa. Após a primeira rodada de seleções, minha amiga colocou um pequeno prato sobre o meu, com pés de galinha, um yum cha, um deleite para mim, como o convidado de honra.

Agora não há também muitos alimentos que eu não comeria (todos sabem que eu não gosto de tomates e nem de quiabo), e eu não sou muito exigente, mas não poderia nem mesmo considerar colocar um pedaço destes pés de galinha em minha boca. No início, eu pensei que eles estivessem brincando – quem come pés de galinha?

Mas eles não estavam brincando, estes eram verdadeiros pés de galinha fritos e eles estavam em meu prato. Depois de refletir por alguns minutos, eu disse a minha amiga que era impossível eu comer pés de galinha e ficaria feliz em compartilhar a minha boa sorte com outra pessoa. Eu os dei a sua avó, que ficou feliz em recebê-los.

No final da refeição eu olhei para o seu prato e os pés de galinha tinham desaparecido.
Imagino que alguém deva gostar de pés de galinha, mas não eu.

Desde então, eu tenho comido muito yum cha e rio quando vejo estes pés de galinha como uma opção, mas não os peço. Sei que algumas pessoas os consideram uma iguaria, mas eles não me atraem. Posso recusar-me a ir ao dim sum, porque há pés de galinha no menu, ou posso permitir que alguém que goste de pés de galinha os peça, enquanto eu escolho muitos outros itens deliciosos no carrinho de alimentos.

Há muitas coisas como isto na vida, e só porque eles lá estão, não significa que você tenha que convidá-los para a sua vida. Mas só porque você não os queira, ou não deseje interagir com eles, não significa que eles irão desaparecer ou irem embora.

Para a mulher que queria que o seu ex-marido desaparecesse da face da Terra, para se sentir segura em seu ambiente, ele é como os pés de galinha no menu. Não é a opção mais apetitosa do menu se você não gosta de pés de galinha, mas você não tem que escolhê-los. Isto não significa que alguém em sua mesa não fique feliz ao tê-los, mas isto não o afeta.

Por outro lado, se a única maneira de você conseguir se sentir seguro e vitorioso é que todos os antigos problemas da vida desapareçam, então, há mais cura a fazer, antes que se sinta confiante sobre a sua própria conclusão e encerramento.

A crença de que estaremos curados e que chegaremos a uma conclusão, quando todas as pessoas e situações que uma vez nos desafiaram desaparecem de nossas vidas, poderão nos fazer acreditar que nós nunca estaremos curados, ou que a nossa jornada de cura está incompleta. Estes são os “pés de galinha” no menu da vida.

Querer que eles desapareçam do menu para sempre não é realista. Compreender que eles irão aparecer e que os notaremos, mas sabermos que podemos optar por ignorá-los e escolhermos outra coisa é onde temos a confirmação de que concluímos e estamos preparados para avançar.

Abençoem os “pés de galinha” do menu da vida pelas lições aprendidas com alguns deles e, então, avancem e escolham outra coisa.

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2015/10/pes-de-galinha-estao-no-menu-da-vida.html
http://enlighteninglife.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!
Extraído de: http://stelalecocq.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®