JESHUA - O PODER DO EU INTERDIMENSIONAL


O PODER DO EU INTERDIMENSIONAL
Jeshua
Através de Judith Coates
3 de Fevereiro de 2015


Amado, desejo agora entrar no que você chama de outra fase de compartilhar com você, porque você está preparado para isto.

Você me pediu: “Por favor, poderíamos ter mais um pouco de carne para mastigarmos?”

Então, sim. Você já teve o aperitivo. Você já teve a salada. Você está agora entrando no prato principal, no que você realmente pediu e queria saber.

Assim, nesta mensagem, faremos um exercício que irá levá-lo a um novo nível de sentimento, um novo nível de percepção, um novo nível de saber quem você é, e a energia da capacitação desse novo entendimento.


Você teve visões do que você quer fazer, ser, realizar e você está perguntando: "Como faço para chegar a esse espaço? Como posso me mover a partir daqui que eu entendo e em que me sinto confortável para um lugar onde seja mais amplo e mais na manifestação da percepção que eu tive?"

Nós faremos uma meditação agora que irá abrir portas e janelas para que você possa conhecer mais o seu verdadeiro Eu.

Deixe confortável o seu corpo, como ele quiser estar, e eu gostaria de sugerir que você relaxasse os olhos. Então, permita-se uma respiração tranquila. Sinta em cada inspiração que você se interioriza mais. Sinta a cada expiração que você está se afastando das distrações externas. Permita-se sentir a paz.

Visualize, se quiser, uma colina, um outeiro gramado, e sinta-se no topo desta colina olhando para os seus arredores, para o que quer que esteja ao seu redor. Há árvores, flores? Existe água? Há pássaros? Existem outros animais? Coelhos? Basta observar e olhar. Veja o que vem até você.

Você está em pé no topo da colina gramada, olhando para baixo da colina, além das árvores, para a água. Olhe para o céu. Qual é a cor dele? Existe uma nuvem ou duas? Qual é a forma da nuvem? Está se movendo? O que você vê no olho da mente que traz a paz? A brisa de verão, talvez? As árvores balançando ao vento, a grama se movendo? Talvez seja a grama alta; talvez seja a grama curta. Visualize. Como você se sente?

Em seguida, leve-se do alto da colina gramada para o céu, para esta nuvem que está lá em cima. Não se preocupe com nada que esteja logo abaixo. Sinta-se na nuvem, flutuando tranquilamente, olhando novamente para baixo, para o outeiro gramado. Sinta-se livre, para sentir, para voar, para ser. Apenas, seja.

Sinta-se confortável na nuvem, sinta-se elevar acima da nuvem, mais além, de modo que possa olhar para baixo para a nuvem. Conheça-se como uma nuvem, e, ainda, você está acima dela, olhando para ela, e saiba que ela realmente o tem apoiado, quando nela esteve sentado, mas agora você está acima dela, olhando-a.

O seu ser humano, o seu corpo físico se eleva ainda mais, ao espaço onde há apenas um conhecimento do Ser que você é, um espaço que está acima de qualquer dimensão, de qualquer realidade.

Você pode ver as realidades de vidas passadas, realidades de vidas futuras.
Divirta-se com isto por um momento.

Quem você foi? Onde você esteve? Como foi? Como vai ser? Permita-se imaginar como será o que você chama de próxima vida. Você vai ser um ser humano, ou você vai ser um pássaro? Você irá ser um peixe nadando no vasto oceano, sabendo-se livre, apoiado pela água, apoiado sempre pela sua divindade?

Você será a grande pantera? Será que você talvez tenha o pensamento de ser o avestruz, ou talvez o macaco? Uma girafa? Qualquer coisa que você possa imaginar. Você pode ser humano e você pode ser qualquer outra forma que queira ser.

Você está entre as dimensões, não tendo que estar em um local de uma dimensão ou de uma realidade, mas você está observando, você está assistindo de qualquer dimensão que queira assistir.

Saiba que verdadeiramente a sua energia está em qualquer dimensão que você deseje criar, qualquer forma que você deseje criar, qualquer ser, porque você é a extensão criativa do Criador, e agora você está tendo uma experiência de não estar preso a qualquer dimensão, a qualquer realidade.

Você está se permitindo flutuar, ser livre, brincando com a imaginação, com quem e tudo o que você queira ser. As visões virão para você e passarão. Você não tem que se ligar a uma, ou você pode, se quiser. Permita que elas venham. Saiba o que você foi. Saiba o que você irá ser. Basta assistir. Veja como tudo passa diante e dentro de você, porque, verdadeiramente, toda a realidade que você cria, vem do interior.

Saiba que você pode criar qualquer realidade que queira, quando você acessa o espaço do Eu Interdimensional e você não está com um foco em qualquer dimensão, não está atado a uma determinada caixa de uma dimensão, mas você está flutuando, você está livre, está tranquilo e você está se divertindo com as ideias diferentes, de formas, ou de maneiras de ser.

Você está ainda mais longe do que o espaço de que você tem falado e, ainda assim, você é o espaço interno que está criando e vendo. Permita-se imaginar as diferentes formas de ser e saber que realmente nenhuma dessas formas engloba todos vocês, porque vocês são muito mais do que qualquer forma. Mas basta ver as formas, enquanto elas vêm e passam.

Algumas das formas irão lhe chamar mais a atenção do que outras e você pode se demorar mais nas formas que lhe sejam mais atraentes. Talvez, como dissemos, seja o pássaro gigantesco, a águia que você conhece. Talvez, seja o uirapuru, um cardeal, o brilhante cardeal macho. Talvez, você seja uma grande baleia. Talvez, seja o leão ou a leoa. Talvez, seja o rei ou a rainha, ou, talvez, o ajudante de cozinha. Isto, realmente, não importa, porque cada ser é divino.

Assim, você está entre dimensões, você vê como tem sido o seu mundo e você vê bolsões de alegria. Você vê famílias que estão felizes. Você vê outras famílias onde há tristeza, onde não há acordo, onde não querem estar na companhia uns dos outros. Você conhece este sentimento, mas você também conhece a alegria do amor e de ser feliz e aceito.

Você olha para o seu mundo e vê as áreas em que irmão está falando contra irmão, talvez, até mesmo, carregando armas para acabar com a forma. A energia de ser nunca pode ser afastada, mas pode-se pedir para que seja liberada a forma e, às vezes, isto está acontecendo.

Às vezes, há áreas de doença onde o corpo está enfermo, não está tranquilo, sem conhecer a sua totalidade. Permita-se ver estas áreas que, talvez, não estejam em paz e envie o seu conhecimento da paz para uma área na sagrada Mãe Terra ou a qualquer outro corpo celeste onde haja vida.

Saiba que você é poderoso. Você é o Cristo. Vocês é a Luz da divindade. Você é o poder da totalidade. Você é o poder da Unidade, e você é uno com tudo o que você vê. É por isso que, quando você imagina certas áreas, você sente a energia desta área e o que está acontecendo lá.

Você sabe que é criativo e você está criando cada realidade, todas as dimensões que você vê. Você envia a sua energia de paz a todas as dimensões, porque você deseja conhecer a totalidade e você deseja conhecer a Unidade na totalidade. Você é muito poderoso.

Você ainda tem que entender o seu poder, e, ainda, como você está entre as dimensões, entre as realidades - com “r” minúsculo, você pode olhar para todos os acontecimentos, todas as formas de energia, e pode abençoá-los com a energia da paz.

Saiba que, realmente, cada vez em que você concentra a energia na forma e fora da forma, você está enviando a divindade, a sua energia divina para ela. É o quanto o seu foco é poderoso. Quando você se sentir e se conhecer como Um, com tudo o que estiver vendo, isto tem que mudar, quando a sua ideia e a sua aceitação muda. Isto tem que mudar, pois você é a energia que o alcança e o afeta.

Permita-se agora retornar à nuvem, sentando-se na nuvem e olhando para baixo, para a colina. Agora há pássaros, agora há um esquilo e uma raposa, formas que saem do bosque para sentirem a sua energia. E agora você está na colina, observando a borboleta que pousou em sua mão. Você a deixa ir, sabendo que a sua energia a acompanha.

Você caminha pela grama alta, sentindo-a acenar e acariciar as suas pernas e pés, até que você chega na parte inferior da colina. Agora você foca os seus olhos, sentindo-se de volta à sala.

(Pausa)

Agora, eu tenho uma pequena lição de casa para lhe dar.

Pela manhã, tire um pedaço de papel de qualquer tamanho, de qualquer cor, com linhas ou sem. Eu sempre recebo estas perguntas: “Bem, Jeshua, de que tamanho deveria ser o papel? Qual a cor? Com que tipo de caneta eu deveria escrever? Precisa ter linhas?” Não. Qualquer coisa em que deveria escrever.

Eu quero que você escolha um tema de algo que você sabe que está acontecendo no mundo. Há áreas em que há conflito em andamento. Há áreas onde há a doença acontecendo. Ainda mais perto de casa, há aqueles que não estão em paz. Eu quero que você se concentre sobre o que parece não ser sagrado, do ponto de vista do Eu Interdimensional, que está no alto da colina gramada, na nuvem, no espaço entre as dimensões e observe o que está acontecendo.

Veja o que está acontecendo. Então lembre-se de onde você está, olhando para isto.
Em outras palavras, você não está embaixo dele.

Entre nele, em primeiro lugar, para que você saiba com o que você está trabalhando e, em seguida, eleve-se tanto quanto possa ir, fora desta dimensão, olhando para o mundo ou para a família ou para os colegas de trabalho ou qualquer coisa em que você escolha colocar a sua energia, a energia da totalidade. E eu quero que você abençoe tudo o que você escolheu como seu tema.

Se for você mesmo, não há problema. Você pode se escolher como o objeto do foco – permita-se a nova visualização a partir de um espaço diferente, de uma perspectiva diferente e leve-se a este espaço de meditação, mas não para um espaço que diga: “Bem, eu nada posso fazer. Sabe, Jeshua, este problema é muito grande. Nada posso fazer com isto.”

Sim, você pode.
É isto que eu quero que você experiencie.

Eu quero que você tenha pelo menos um vislumbre de uma nova perspectiva e como você pode abençoar qualquer situação que escolher. E como eu já disse, você pode se escolher, ou você pode escolher algo que pareça estar a milhas e milhas de distância, do outro lado da sagrada Mãe Terra, qualquer tipo de conflito que esteja acontecendo, e envie a sua sagrada vibração a partir de uma nova perspectiva .

Porque Eu vou compartilhar com vocês um segredo que não é um segredo.

Quando você estiver olhando para o que quer que pareça estar errado e que precise de ajuda, você pode obter um insight, uma visão interior que diz: "Algo está sendo concluído aqui. Algo está em ordem divina que eu não tinha visto e que os meios de comunicação não viram. Pode haver algo acontecendo aqui, que seja maior do que aquilo que parece ser. Pode ser mais sagrado do que parece ser."

Ainda que você se escolha e você tenha algo acontecendo em seu corpo com que não esteja confortável, permita-se no estado de meditação sentir uma nova perspectiva. O corpo irá atendê-lo, contanto que a alma tenha determinado o que você quer ser e tenha lhe dito que você estará aqui para servir.

Assim, escolha um tema.
Pegue a sua caneta e o papel.
Escreva o que você acha que está acontecendo.

Então, permita-se uma respiração profunda, o tempo de sossego e volte à colina gramada. Volte para o alto da colina gramada. Retorne à nuvem. Leve-se acima da nuvem. Leve-se para fora da dimensão e veja o seu tópico e sente-se com ele por pelo menos cinco minutos; talvez, por mais tempo. Em seguida, volte a concentrar-se e escreva o que você viu a partir de uma nova perspectiva.

Esta é uma técnica poderosa que pode ser utilizada em qualquer situação, ou pessoa, ou grupo de pessoas. Ela permite que você saia do pensamento dimensional limitado, para o Eu Interdimensional e sua visão mais ampla, mais verdadeira. Volte muitas vezes para o espaço acima da nuvem, livre na não dimensão.

Permaneça frequentemente como o Eu Interdimensional.
Eu irei acompanhá-lo.

Que assim seja.

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2015/02/jeshua-o-poder-do-eu-interdimensional.html
Jeshua ben Joseph (Jesus), expressando-se através de Judith Coates
http://oakbridge.org
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

Extraído de: http://stelalecocq.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®