OU VOCÊ É PRÓSPERO OU VOCÊ ASSISTE TV


OU VOCÊ É PRÓSPERO OU VOCÊ ASSISTE TV
Por Bruno J. Gimenes


Olá, eu sou o Bruno J. Gimenes escritor autor de vários livros, entre eles, Decisões – Encontrando a Missão da sua Alma e também sou coautor (junto com a minha amiga e sócia Patrícia Cândido) do livro o Criador da Realidade – A vida dos seus sonhos é possível.

Eu quero lhe explicar nesse texto um dos principais venenos da vida de qualquer pessoa que busca prosperidade. Muitas pessoas sofrem nesse caminho, não encontram o que buscam e também não encontram o motivo dessa falta de prosperidade. E o motivo que vou falar é tão sutil que chega a ser ardiloso e, por ser tão sutil, acaba que se infiltrando na vida de qualquer pessoa e tornando-se um hábito completamente destrutivo.

E se você não sabe tecnicamente o que é um hábito, para resumir eu lhe digo: é uma rotina!

O seu cérebro, na tentativa de preservar o máximo de energia possível, faz de tudo para criar padrões de comportamento, ou seja, caminhos conhecidos que serão repetidos sempre que determinadas atitudes forem disparadas.

Quando você se acostuma a agir sempre do mesmo jeito, seja em uma rotina saudável ou em algo ruim, você constrói um hábito. Quando o hábito surge, a maioria das suas atitudes acontece “no automático”, ou seja, você não fica presente para viver a realidade de forma plena. Isso quer dizer que você acaba construindo rotinas que fazem com que você seja levado pelos hábitos que você mesmo construiu.

Eu precisei falar dos hábitos para que você entenda a importância de saber escolher bem tudo que você faz de forma repetitiva, porque essas ações se tornarão hábitos e, uma vez que tornarem-se hábitos, você passará a agir em grande parte por impulsos ou de forma automática.

E como quase tudo que você faz na sua vida acontece por força dos hábitos, nada é mais importante do que garantir que eles sejam saudáveis e positivos, não é mesmo? Então me deixe falar sobre o poder da autossugestão…

Tudo que você vê, inala (sente o aroma), ouve ou percebe na pele, de uma forma ou de outra, consciente ou inconsciente, afeta a sua consciência. Por isso, por mais que você ache que o mundo ao seu redor, as pessoas ao seu redor, as notícias ao seu redor, os acontecimentos ao seu redor não sejam tão relevantes na influenciação da sua personalidade, eu posso garantir, com base em pesquisas feitas pelos grandes gurus da área, que “tudo influencia tudo”.

Ninguém sai ileso a “noticiosfera”, que é a atmosfera psíquica criada com tantas informações, notícias, mensagens, preocupações, pessimismos, euforias e lamentações coletivas.

“O que acontece ao seu redor tende a impregnar a sua consciência e determinar a pessoa que você será em breve.”

E é por isso que assistir TV vai lhe levar para a mediocridade e fará de tudo para lhe manter lá. Desde um filme de sucesso, a uma novela, até um tele jornal, tudo, efetivamente tudo que é feito pelas grandes redes, é perfeitamente projetado para gerar um engajamento com você. Obviamente que você deve saber que cada emissora de TV faz de tudo para conseguir manter você conectado com a programação dela, acho que isso você já sabe, certo?

Acontece que você pode não saber que, para que essa conexão aconteça (que é a chave da audiência), é necessário gerar um relacionamento com você. Esse relacionamento acontece por meio de gatilhos específicos (conhecidos como gatilhos mentais ou emocionais) que despertam o seu lado inconsciente para a conversa existente no processo.

Essa conversa informal se estabelece no momento que o conteúdo da programação envolve você em pensamentos e sentimentos que prendam a sua atenção.

Eu acho que até aqui você está entendendo bem…

Mas acontece que nada, absolutamente nada, gera mais gatilhos emocionais e respostas diretas do seu inconsciente do que emoções negativas. Liderando essas emoções temos situações que geram em você: medo, culpa, tristeza, abandono, raiva, sentimento de injustiça, isolamento, baixa estima, preocupação, revolta e depressão.

Acredite: 99% de toda a programação televisiva é criada com esses gatilhos mentais, pois são as emoções as responsáveis por prender a pessoa na programação.

Então imagine que você assista “apenas” duas horas por dia de televisão, seja um filme, seja uma novela, ou mesmo um noticiário.

E se diariamente você mergulha em uma dieta de informações que envolvem você energeticamente para emoções negativas, ( mesmo que você não perceba, são emoções negativas) automaticamente, por ação da autossugestão e da natureza humana de construção de hábitos que geram rotinas, você será completamente programado para a escassez e para falta de prosperidade.

Nesse momento é provável que você diga: “como eu posso parar de assistir TV??? Isso é um absurdo!!! Você deve estar louco!!!” ou ainda “ televisão é a única diversão que eu tenho, não posso parar!!!”.

Eu realmente respeito você, eu realmente entendo o seu comentário, até porque antes de encontrar a condição de prosperidade que eu me encontro atualmente, com a saúde dos meus sonhos, com o carro dos meus sonhos e com a renda muito acima dos meus sonhos, eu também agia assim, eu também achava que não podia viver sem uma televisão.

E hoje, mesmo tendo uma TV de última geração na minha sala, eu quase sempre prefiro mantê-la desligada para que eu possa curtir o silêncio da minha sala lendo um livro.

Eu aprendi a desligar a TV e, hoje, somente 2 horas de uma consultoria minha representa a um mês inteiro de salário que eu recebia na época que eu não vivia sem a TV.

E isso tudo porque eu aprendi a focar no meu crescimento, na minha evolução e na minha felicidade real, para que o resultado me proporcionasse a agregar tanto valor ao que eu faço atualmente, que simplesmente não preciso mais me preocupar com dinheiro para viver e o foco principal do meu trabalho é a missão existente nele. Em outras palavras: eu trabalho por paixão e amor ao que faço!

Eu desejo isso para você e hoje eu sei também que existe uma fórmula para a prosperidade, composta por várias etapas e, seguramente, uma dessas etapas é definitivamente abandonar o mergulho diário na “noticiosfera” televisiva.

É provável também que você me crucifique por conta de tudo que eu estou falando e eu afirmo realmente que vou lhe entender, porque o fato é que para ter prosperidade é preciso pensar e agir muito diferente da maioria das pessoas e, sinceramente, é tarefa possível para pessoas realmente focadas e comprometidas.

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/12/ou-voce-e-prospero-ou-voce-assiste-tv.html
Fonte: Vibre Leve

Extraído de: http://stelalecocq.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®