INDO PARA O SEU INTERIOR



INDO PARA O SEU INTERIOR
Por Michelle Walling


Um dos maiores medos que algumas pessoas enfrentam é de ver a si mesmos como realmente são, sem um título dado a nós pela nossa carreira ou o título de ser o pai ou filho de alguém, tememos a perda da identidade de quem somos, nós fomos programados desde tenra idade pela televisão e pela escola para “crescermos e sermos alguém”.

Aqueles que ainda têm de despertar para sua verdadeira identidade farão qualquer coisa para manter a mente distraída e ocupada, essas pessoas parecem preencher seus calendários com mais do que eles podem lidar até eles desabarem a noite apenas para que possam ir dormir se levantar e fazer tudo de novo, eles derivam de uma falsa sensação de realização em todas as coisas que eles “fazem”, eles definem quem eles são em suas mentes e é o trabalho do ego manter a farsa.

Depois que uma pessoa desperta para o fato de que eles são um espírito vivendo uma experiência humana, as questões começam a surgir sobre o verdadeiro significado da vida, as questões de “Quem sou eu” e “Qual é o meu propósito de vida” inevitavelmente vêm à mente, a fim de aprofundar-se na essência de quem você é, tem ainda que impulsionar o ego e a mente limpando-os por algum tempo do seu calendário.

O que significa ir para o seu interior ?

Ir para o seu interior significa simplesmente estar com você mesmo, ouvir a si mesmo e seu EU superior, sentir a mente se acalmar e limpar a desordem, permitindo mais espaço para os pensamentos superiores se introduzirem no seu ser.

Ir para o seu interior geralmente envolve alguma forma de meditação, existem muitas formas de meditação disponíveis para você com diversos resultados pretendidos, na verdade, há tantas que pode se tornar irresistível e confuso experimentá-las para escolher qual é a melhor, no entanto a melhor sugestão é simplesmente criar a sua própria a partir da experimentação, ir para o seu interior simplesmente significa ouvir seu verdadeiro EU, seus verdadeiros pensamentos, separar a conversa mundana do que você ainda precisa fazer hoje em sua lista ou o que você vai comer no jantar.

Alguma vez você já se pegou sonhando ? Talvez você estivesse dirigindo e você se pegou perdido em pensamentos, não prestando muita atenção na estrada, você quer saber como dirigiu os últimos minutos sem prestar totalmente atenção, talvez à árdua tarefa de lavar pratos acalmou-o naquele lugar de pensamentos tranquilos e talvez você estivesse sonhando que nessas férias gostaria de ir onde não existissem quaisquer pratos para lavar, esta forma de meditação é chamada de meditação de vigília.

O estado de sonho é um prefácio de ir para o seu interior, embora esse estado de ser calmo é uma ótima maneira de ouvir a si mesmo (você acabou de dizer a si mesmo para tirar férias enquanto lava pratos) não é profundo o suficiente para chegar até onde precisamos estar para esta discussão.

Como faço para ir para o meu interior ?

Ironicamente é preciso foco para dirigir a sua mente para este lugar em que estará apenas com você mesmo à vontade, ter um lugar organizado de sua preferência para sentar-se e estar consigo mesmo é essencial, alguns gostam de ir para a natureza, outros gostam de encontrar um quarto em sua casa que é calmo e criar um ambiente com música suave, velas e incenso, se você tem uma casa cheia pode avisar todos que você está gastando algum tempo para relaxar e talvez queira pendurar uma placa na porta avisando as pessoas que não deseja ser incomodado.


Qualquer prática meditativa começa com alguns princípios fundamentais: colocar-se em uma posição confortável, fechar os olhos, respirar, se aterrar, a meditação não requer necessariamente sentar-se no chão em posição de lótus, embora muitos usem esta prática para ir fundo no seu interior sem cair no sono, se você é incapaz de sentar-se nesta posição do tipo pretzel, você pode se sentar em uma cadeira confortável ou você pode deitar-se na cama ou no chão, você pode querer experimentar todos os três e ver qual é o melhor para você, se você se deitar pode cair no sono e está tudo bem, mas se isso acontecer toda vez você pode querer tentar sentar-se.

Quando você estiver confortável faça um par de respirações profundas, inspirando pelo nariz e expirando pela sua boca, a respiração invoca a força invisível da vida que mantém nossos corpos funcionando, ao expandir nossos pulmões vamos definir o fluxo de sangue e oxigênio em movimento e ficamos com mais oxigênio para nosso cérebro, nosso subconsciente nos mantém respirando sem ter que pensar sobre isso, porém a respiração consciente, profunda, limpa a mente e relaxa o corpo, alguma vez você já se percebeu suspirando? É geralmente em um momento que você precisa se acalmar e se concentrar.

Use qualquer método que você prefere para ficar aterrado, se você já estiver fora na natureza provavelmente já está aterrado, mas não faz mal aterrar um pouco mais, você pode imaginar-se como uma árvore e suas pernas e pés são as raízes fundindo-se com o solo da mãe Terra, somos todos feitos dos elementos da Terra para que possamos nos imaginar fundindo com a Terra abaixo de nós, ao fazer isso estamos ancorando a nós mesmos o que permitirá uma melhor exploração do nosso interior.

Depois de ter relaxado e ter aterrado a si mesmo, simplesmente fique sentado, coloque sua atenção em qualquer parte de você que está desconfortável ou rígida e trabalhe se ajustando para se certificar de que você está se sentindo relaxado, em seguida coloque a sua consciência sobre os seus pensamentos, nós não podemos fazer nossas mentes pararem de pensar mas podemos começar a mudar o foco do pensamento, deixando saírem os pensamentos tão rapidamente como entraram, sem nos deter sobre eles.

O próximo passo em ir para o seu interior é começar a se conectar consigo mesmo, com seu chacra cardíaco, trata-se de mudar o seu foco para o seu interior, sua área do peito, se ajudar você pode imaginar uma versão “mini eu” de si mesmo sentado dentro do seu coração, basta observar e sentir o que é para ser mesclado com o seu coração, este é o seu espaço seguro e é o lugar onde você vai encontrar o seu verdadeiro EU, faça nesta parte o que você quiser, use sua imaginação para criar um espaço dentro de seu coração, algumas pessoas se imaginam sentadas dentro de um quarto decorado do jeito que elas gostam.

Dentro do seu espaço sagrado, sente-se com você mesmo, limpe a desordem de sua mente e observe a sua experiência, quando você terminar com a sua experiência de conhecer a si mesmo, abra lentamente os olhos e faça mais algumas respirações profundas trazendo você de volta para o estado que chamamos de nossa realidade, é isso aí, é assim tão simples, parabéns você acabou de aprender o que é a sensação de ir para o seu interio!

E se eu não sentir nada?

Não tenha expectativas sobre alguma grande epifania em ir para o seu interior, no entanto, não se surpreenda com o que pode vir a você, algumas pessoas não têm experiência em meditação que não seja um sentido de amor calmo, algumas pessoas veem cores ou padrões geométricos, algumas sentem sensações em todo o seu corpo, algumas pessoas ouvem vozes (por vezes a sua própria), algumas pessoas encontram seus guias e algumas pessoas até mesmo veem as imagens igual a uma tela de televisão, o maior erro que você pode fazer quando aprender a ir para o seu interior é tentar fazer uma dessas coisas acontecer, esta é verdadeiramente uma experiência individualizada e a sua será como nenhuma outra, não desanime ou se decepcione achando que você está fazendo isso “errado”, apenas continue praticando, com o tempo você vai achar que pode chegar a esse lugar de águas calmas do seu interior no centro do seu coração mais rápido a cada sessão, é fundamental para uma meditação bem-sucedida trazer os pensamentos do seu interior, mesmo se você acha que é a sua imaginação.

Conforme você visita o interior do seu espaço sagrado, você vai começar a conhecer o seu verdadeiro EU melhor, como você se sente em seu espaço? Você deve sentir o amor dentro deste espaço e não há maior prazer do que este sentimento verdadeiro do amor de si mesmo, à medida que você progride com sua própria técnica de meditação você pode querer explorar algumas técnicas avançadas que envolvem uma série de respirações, gestos com a mão, ou cantando ou entoando OM, você também pode querer pedir a seus guias e anjos para começarem a ajudá-lo a ir mais longe no seu interior, pode haver alguma compensação ou bloqueios que você precisa fazer, vamos explorar algumas dessas coisas em um segmento mais tarde.

A ascensão é um processo passo a passo, embora você crie as etapas com base na sua consciência e seguindo sua orientação interior, não há manual de instruções melhor do que seguir o que você sente, confiar em si mesmo vai levar você para a entrada da luz, não importa o que qualquer um possa oferecer-lhe sobre como ir para o seu interior, é tudo sua própria preferência pessoal sobre como meditar e descobrir qual é a rotina confortável que lhe permitirá mover o resto dos pensamentos insignificantes para fora da sua mente, a fim de ouvir o que o seu verdadeiro EU tem a dizer ou como ele faz você se sentir, continue tentando e você vai chegar lá.

Como seres espirituais em uma jornada humana, percebemos que estamos visitando o corpo humano e estamos alojados dentro de nossos corações, mover a sua consciência para o seu espírito dentro do seu centro cardíaco é um dos primeiros exercícios de ascensão, vamos discutir como levar sua consciência acima de sua linha para para sua mônada, em seguida para o seu Criador no próximo segmento de como ascender.

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/12/indo-para-o-seu-interior.html
http://www.anjodeluz.net/interior.htm
https://www.facebook.com/fada.san?fref=tl_fr_box

Extraído de: http://stelalecocq.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®