A NÃO INTERVENÇÃO DIVINA


A NÃO INTERVENÇÃO DIVINA
Por Geoffrey Hoppe 
(Canalizador de Adamus Saint Germain)


Uma das perguntas mais comuns que me fazem é:

"Por que Adamus não faz algo a respeito ... (preencher o espaço em branco)...?" 

Esta questão foi colocada várias vezes nas últimas semanas para mim, especialmente com a série dos dramáticos eventos mundiais. Houve três acidentes da aviação comercial e conflitos militares na Ucrânia e Israel.

"Você poderia por favor pedir a Adamus para fazer alguma coisa sobre a guerra no Oriente Médio?" Um jovem Shaumbra israelense pediu recentemente.

"Você poderia pedir a ele para trazer a paz para à nossa terra?"
O pedido foi muito sentido e sincero.

Linda e eu decidimos organizar uma sessão especial com Adamus para os Shaumbra israelenses com a ajuda de Joseph Ronen e Gilit Rom em Israel. (Posteriormente disponibilizamos a mensagem para todos os Shaumbra).

Alguém uma vez me perguntou se Adamus não lhe daria a fórmula da energia limpa de graça.
(Se fosse assim tão fácil, você não acha que eu já teria pedido a ele?)

Outro Shaumbra não conseguia entender porque o Círculo Carmesim precisava cobrar em dinheiro os eventos ou produtos, porque eles achavam que Adamus foi pessoalmente financiado por nossa empresa.

Quando eu estava reclamando sobre viajar em companhias aéreas alguém disse que eu deveria simplesmente pedir a Adamus um jato executivo Gulfstream privativo (com preço próximo de USD $ 10 milhões).

Se fosse assim tão fácil, eu simplesmente iria pedir a Adamus para teletransportar Linda e eu para o próximo workshop. Teletransporte-me, Scotty Saint-Germain!

É fato, é rara uma ocasião em que qualquer entidade ou anjo interfere com as ações dos seres humanos. Eu só consigo me lembrar de alguns momentos em que eu realmente precisava de ajuda e eu realmente obtive a intervenção divina.

Anos atrás, em Israel, quando Linda e eu estávamos tentando deixar o país depois de fazer uma rodada de workshops, fomos parados pela segurança. Nós já estávamos atrasados para o voo e quando os rudes agentes de segurança começaram a vasculhar tudo em nossa bagagem eu chamei Tobias para obter ajuda.

Dentro de instantes uma barata enorme veio correndo pelo chão até as policiais de segurança, que por sua vez gritaram, pularam 2 metros para trás e disseram-nos para irmos embora. Tobias insistiu que eu manifestei a barata, mas eu sabia que realmente foi ele. Eu teria manifestado um enorme dragão que cospe fogo.

Um tempo atrás Adamus colocou uma barreira energética para que eu não entrasse em uma situação que era potencialmente muito perigosa para Linda e eu. Minha própria determinação (ou seja, teimosia) teria me levado a seguir em frente, apesar de todos os sinais estarem me dizendo para não fazer isso, então Adamus basicamente imobilizou meu corpo e mente.

Até hoje ele insiste que foram meus próprios sensores que causaram a paralisação temporária, mas eu sei que pelo menos parte disso foi Adamus.

Os seres angélicos não intervêm ou interferem. Sim, eles prestam assistência quando pedimos para eles, mas a assistência é geralmente toques gentis e sábios conselhos. Enquanto os seres humanos estão escolhendo a guerra, as entidades compassivamente nos permitirão ter as nossas batalhas.

Enquanto estivermos escolhendo mentir, enganar e roubar, eles vão dar a outra face e nos permitem fazê-lo porque isso faz parte de nossa evolução. Enquanto nós usamos a tecnologia nuclear para uma destruição em potencial, eles não vão contar para nós sobre soluções de uma energia mais potente e limpa.

Este é o planeta da livre escolha. Na verdade, há um escudo de energia em torno de nosso planeta que impede interferência externa. Montamos esta proteção quando viemos através da Ordem do Arco, porque queríamos um ambiente onde poderíamos descobrir por nós mesmos.

Alguns aliens encontraram pequenas maneiras de contornar isso, como a manipulação mental, mas eles têm uma dificuldade para influenciar alguém que até mesmo tenha meia mente ou um ego meio equilibrado.

Até mesmo nossos antigos guias espirituais não fazem as coisas por nós. Seu papel era o de manter uma conexão entre o nosso aspecto humano e nossa divindade, de modo a não ficarmos completamente perdidos por aqui.

Mas o seu papel não era criar saúde ou riqueza ou oportunidades para nós. Eles não negociam para nós, criam vagas de estacionamento ou escrevem nossos livros. Eles deixaram o momento em que estivessem prontos para aceitar a sua divindade e começassem a incorporá-la.

Os anjos e as entidades podem ser amigos maravilhosos. Eu adoro conversar com eles. Mas, como verdadeiros amigos, eles não vão te dar dinheiro, torná-lo famoso ou reverter o processo de envelhecimento. Você precisa fazer as coisas por si mesmo se você tem esses desejos.

Eu acho que as entidades são mais como facilitadores de uma sessão de terapia de grupo. Faço um monte de perguntas e eles costumam me perguntar o que eu acho que seja a resposta. Com as sabias cutucadas e provocações deles muitas vezes a resposta veio de mim mesmo. Eles ajudam a me guiar para a água, mas eu tenho que bebê-la por mim mesmo.

É hora de perceber que podemos criar para nós mesmos. 

Temos imenso amor e apoio das entidades. Eles me dizem que adoram trabalhar com a gente, e gostariam que mais seres humanos os chamassem para apoio. Mas eles traçam a linha quando queremos que eles façam isso por nós, ao invés de cavar fundo dentro de nós mesmos e com base em nossas habilidades naturais de criador.

Se você já teve experiências com a Intervenção divina tenha um outro olhar para a situação.

Talvez tenha sido VOCÊ realmente quem criou o desfecho feliz?

Talvez você estivesse em uma situação tão terrível que não tinha outra escolha a não sair de sua cabeça e criar o que parecia ser um milagre inspirado por Deus.

Mas talvez, talvez apenas, foi realmente você que fez isso. E talvez, talvez apenas, se você fez isso uma vez você pode fazê-lo novamente. E novamente. E novamente. Mas, talvez, sem a situação de crise. Talvez, em uma base diária?

Em uma canalização da Série do Criador, Tobias disse: "Agradeçam a si mesmos." (*)

(*) Nota Stela - texto aqui

Levei anos para realmente entender o que ele estava realmente falando.

Nós somos aqueles que criam os milagres.
É hora de parar de dar crédito aos guias espirituais e arcanjos e Condes Europeus.

No momento em que você começa a reconhecer que é realmente você que está criando os milagres (e todas as outras coisas em sua vida), mais você será capaz de criar ainda mais milagres.

É claro, então você vai ter que finalmente responder à pergunta: "O que eu realmente quero?" 

Não haverá mais desculpas ou procrastinações.

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/08/a-nao-intervencao-divina.html
Tradução: Silvia Tognato Magini silvia.tm@uol.com.br
http://www.novasenergias.net/circulocarmesim/shaunews.htm


Extraído de: http://stelalecoqc.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®