CRIANDO O ESPAÇO ENERGÉTICO PARA A MUDANÇA



CRIANDO O ESPAÇO ENERGÉTICO PARA A MUDANÇA
MENSAGEM DE JENNIFER HOFFMAN
7 de Julho de 2014



Há oito anos, mudei-me para Kansas City, uma cidade em que nunca me senti confortável.
Por que vivi tanto tempo aqui, quando nunca quis viver aqui, inicialmente?

Parte desta resposta tem a ver com o lugar onde ela se encontra, no centro geográfico dos Estados Unidos e, ao ficar aqui, estive mantendo uma grande quantidade de energia e luz, enquanto passávamos pelas mudanças dos últimos oito anos.

Mas, agora estou preparada para partir e, na verdade, já estava preparada para partir por algum tempo. Minha casa está à venda, mas não há movimento e eu recebi uma mensagem na semana passada, de que a menos que eu eliminasse um pouco da minha energia, não haveria espaço para nada mais.

Uma coisa que eu fiz enquanto morava aqui, foi reformar totalmente a minha casa. Cada teto, parede e piso foram alterados de alguma maneira. Já que eu iria viver aqui, faria desta casa o meu lar e um reflexo meu, e é. Mas é um reflexo de quem eu sou e que não pode pertencer a ninguém mais, a menos que eu remova um pouco da minha energia.

E, enquanto eu estava refletindo sobre a venda da casa na semana passada, a voz do Arcanjo Uriel veio alta e clara. “Arrume as suas coisas e crie um espaço energético para outra pessoa.” Isto fazia sentido – esta casa está tão ancorada em minha energia que ninguém poderia nem mesmo entrar pela porta da frente.

Eu nunca gostei da idéia de preparar uma casa e eu não guardarei tudo, de modo que tenha que conviver com as caixas. Mas eu compreendi a mensagem sobre a limpeza da energia, porque a mensagem energética que recebe qualquer pessoa que passe pela porta da frente é: “Esta é a casa da Jennifer”.

Nós fazemos isto em nossas vidas, ancoramo-nos tão completamente em uma frequência ou padrão energético específico, que não há espaço para nada mais.

Para criarmos o espaço para a energia, nós temos que liberar algumas coisas e se isto causar dor e terror em seu coração, ou vocês não têm ideia de como começar, aqui estão algumas sugestões que poderão ajudá-los:

1 – Expectativas e desejos mantêm muita energia e eles frequentemente criam um espaço energético muito maior do que uma situação ou pessoa pode preencher. Se pudermos manter o desejo, mas estivermos abertos a uma gama maior de satisfação (do que esta pessoa ou situação em particular), nós criamos o espaço para que outra coisa o preencha por nós.

2 – O julgamento próprio e a autocrítica também criam um espaço energético inverso. Achamos que poderíamos ter feito melhor do que fizemos, assim nos ligamos a esta experiência, pessoa ou situação, até que possamos “acertar”. Libertarmo-nos do fardo de nossos julgamentos, cria o espaço para a nova energia.

3 – Nosso julgamento e a crítica dos outros nos ligam a eles, porque pensamos que eles poderiam ter feito melhor, assim nós nos afastamos do seu caminho e esperamos até que eles mudem. Achamos que os estamos fazendo sofrer e isto pode ser verdade, mas estamos sofrendo muito mais. E porque o nosso espaço energético está cheio de nossas expectativas, julgamentos e críticas, não há espaço para a nova energia.

4 – Raiva e ressentimento (que é o oposto do perdão), criam também um enorme espaço energético. raiva é uma emoção poderosa que nos pode inspirar a nos afastarmos mas também mantém o espaço que pode ser ocupado por algo mais gratificante, como alegria e paz. O espaço energético que a raiva ocupa, bloqueia o fluxo da nova energia.

5 – Quando não estamos no momento presente e vivemos no passado ou no futuro, nós preenchemos o nosso espaço energético com o que acreditamos que é possível, ou com o que acontecerá e não há espaço para os milagres, ou outros potenciais. Se pudermos nos entregar, o que significa deixarmos de lutar, ou de resistir, poderemos criar o espaço para a nova energia. A consequência pode ser diferente do que o que esperamos, mas o resultado será o que queríamos, e possivelmente mais.

A energia precisa se movimentar e isto exige espaço para que ela se mova.

Imaginem encher um copo cheio de água até que fique completamente cheio. A fim de colocarmos mais água no copo, um pouco dela tem que sair, ou se acrescentarmos mais água irá criar uma confusão.

Isto é o que acontece quando tentamos trazer a nova energia sem criarmos o espaço para ela: ela não tem nenhum lugar para ir. E porque estamos mantendo uma frequência que não está na gama do amor, da alegria, da paz e da abundância que podemos querer, as conexões que permitem estas experiências em nossas vidas, não podem ser feitas.

Não deixamos ir coisas que achamos que fracassamos ou que não fizemos de forma apropriada.

Deixamos ir as coisas quando decidimos que estamos preparados, queremos e merecemos algo mais.

O que acham que merecem agora?
Que energia tem que sair de sua vida para criar espaço para algo mais?

Não se julguem ou se critiquem, ou a qualquer pessoa: todos fazem o que eles podem a cada momento.

Quando aceitamos que tudo está sempre em ordem divina e nos permitimos buscar o nosso próprio caminho de realização, o fluxo e refluxo de energia acontecem facilmente e ficamos plenamente conscientes da liberação necessária para que a energia flua em um fluxo fácil para nós e longe de nós.

Assim a nossa transformação é capacitada tanto pelo que queremos trazer para as nossas vidas, quanto o que estamos dispostos a liberar de nossa realidade.

Por favor, respeite todos os creditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/07/criando-o-espaco-energetico-para-mudanca.html
http://enlighteninglife.com
Tradução:Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

Exrtaído de: http://stelalecoqc.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®