O MANUSCRITO DE SOBREVIVÊNCIA - PARTE 401


O MANUSCRITO DE SOBREVIVÊNCIA 
PARTE 401
Os Companheiros Constantes
Canal: Aisha North
28.02.2014



Há muito tempo atrás a humanidade chegou a estas costas pela primeira vez e, com ela, trouxe instruções para ir adiante e fazer um lar neste planeta. E esta instrução, este projeto, esteve com você o tempo todo através dos tempos, que tem aguardado sua hora, esperando por sua vontade de achar uma maneira de encontrar o caminho para o âmago do seu ser.

Porque, quando o fizesse, permitiria que a última etapa deste plano inteiro fosse concretizada, de forma que agora estão diante desta última etapa desta evolução. Pois mesmo que a jornada da humanidade tenha tomado muitos desvios em seu caminho, não perdeu aquela centelha interior que a impedisse de avançar, apesar de todos os obstáculos encontrados.

E eles foram muitos de fato, não menos importantes, que mais ou menos na forma dos seres que os sequestraram a todos, atirando-os descontroladamente num abismo escuro do desespero, onde parecia que iriam ficar completamente perdidos. Todavia, não se perderam, porque aquela centelha interior, aquela parte sua que é também uma parte de Deus, esteve lá o tempo todo mantendo o fogo aceso, mesmo quando parecia que cada centelha de luz estava extinta para sempre.

Mas esteve lá o tempo todo, mantida por pessoas que sabiam disso, pessoas que se ocultaram nas sombras para que aqueles que representavam uma parte cada vez mais escura da Criação não pudessem vê-los. E lá esperaram e a mantiveram ternamente soprando a pequena brasa que conseguiram manter, século após século enquanto que, no resto do mundo, a humanidade lentamente, mas certamente, sucumbia à ideia de que a Luz dentro deles fosse uma coisa do passado.

Na verdade, esta extinção da memória foi tão radical que não deixaram as portas abertas para todos, daquele lugar onde esta pequena luz, ainda tremeluzente se escondeu e, assim, a lembrança de sua herança, sua parte de Deus, esteve esquecida e permaneceu adormecida na maioria da humanidade por eras.

Mas agora, a chama está ardendo de novo e isso é porque você está entre aqueles primeiros bravos pioneiros que ousaram se aventurar por trás dessas portas escondidas mais uma vez. E o que encontrou é o que esteve esperando lá tão pacientemente, geração após geração, vida após vida.
Dentro de todos, até mesmo desses representantes da humanidade que vê como criaturas mais sombrias, que não brilham o mesmo brilho, há o mesmo pedaço de Deus que toda Criação tem em comum.

São todos chips do mesmo bloco que o resto de nós, compartilhando a mesma ascendência, procedentes do mesmo oceano infinito de potencial energético, definido em ser pela consciência de que também é uma parte. Pois não há divisão, não há "eles" e "nós". Não, existe apenas nós - agora e sempre. E mesmo que categorize os seres em todos os tipos de tons, do preto ao branco e todas as fases intermediarias, sabe que não importa a aparência, seja exterior ou julgada por suas ações, tudo provem de uma mesma e única fonte. E essa fonte, é a Fonte da Luz.

Sabemos que isto é capaz de causar confusão e, tendo em conta a história do homem, ser difícil de ser entendida. Viveu uma longa e complicada história sob o domínio de seres que tinham dificuldade de encontrar alguma luz em tudo, embora sabendo que estava lá.

Todavia, a deles foi uma viagem que os levou ainda mais para fora da Fonte e, por isso, suas ações foram governadas por esse fato. Mas também sabe que, não importa o quão longe das margens alguém se aventure, seja como uma entidade única ou como uma constelação inteira, sempre estará sujeito às mesmas regras de todos os outros.

Pois o princípio básico em toda a criação é a interação entre energia e consciência. Lembre-se, a consciência é definida em ação das maneiras com que foram planejadas para criar tudo. O que pode parecer como o mais grosseiro do desequilíbrio, está lá com um propósito, ou seja, criar o novo.

Assim também, foi com a humanidade. Se não tivesse sido tomada sob as asas das criaturas que agiram sobre ela para recriar o que havia sido criado como uma grande escola, em primeiro lugar, seu lugar na história não seria o mesmo.

Porque, se não estivesse sob o tipo de má gestão de forças externas em que esteve submetido por tanto tempo, este planeta não estaria nessa situação terrível que vê hoje. E assim, não teriam sido chamados para desempenhar este papel como os pioneiros, aqueles que estão prestes a completar uma reviravolta como nunca antes vista em qualquer lugar na Criação.

Então, mais uma vez dizemos que está tudo bem e que o que aconteceu para chegar até onde hoje está, aconteceu por uma razão. 

E não estamos nos referindo apenas a sua própria jornada pessoal, mas a tudo que ocorreu. E claro que estamos bem cientes de que estas palavras irão causar alvoroço em alguns e, com razão, para que olhem para si mesmos como os portadores da luz, os mais certos do errado, e que sua missão tem um propósito muito maior do que simplesmente uma busca pessoal pela liberdade.

E assim é - em todos os sentidos da palavra. Pois é tudo isso e muito mais do que faz e como já lhe dissemos em várias ocasiões, faz em nome de toda a criação. E faz isso porque alguém tomou sobre si os papéis como desativadores da luz neste planeta e fizeram, porque encararam isso como o seu direito pessoal.

Apanharam o que puderam e levaram, porque se sentiram à vontade para fazê-lo e, no caminho, escravizaram uma multidão de pessoas e as colocaram sob um jugo que as mantiveram afundadas cada vez mais profundamente num pântano de esquecimento, medo e impotência.

Então, para todos os efeitos, eles os criaram e, assim, está aqui hoje, olhando para algo que aconteceu, porque alguém o criou a partir do mesmo desejo que sente hoje. Mas que, para eles, o objetivo era exatamente o oposto.

Sabemos que estas palavras farão girar muitas cabeças, mas também sabemos que farão cair a ficha, como dizem para os outros.

E, por favor, perdoe-nos nossa escolha um pouco ortodoxa de palavras, para não tomarmos estas leves de forma alguma. Estamos simplesmente tentando ajudá-lo a ver a situação e esta grande paisagem, talvez, infinitamente mais complexa do que acha que possa tentar quebrar a cabeça nela, embora também infinitamente muito simples e extremamente clara.

Para que consiga ver a luz, a escuridão sempre terá que estar presente de alguma forma e no sentido de criar, precisará de interação.

E assim é e sempre foi.

Neste Planeta Terra, a interação tem sido tal que criou algo que não é como qualquer coisa em qualquer outro lugar e, como tal, as lições foram aprendidas novamente muitas vezes. Mas agora, o momento para uma mudança radical é chegado e a razão para isso, é que há de fato um tempo e lugar para tudo - mas não ao acaso.

E assim, o que foi deslocado de forma bruta em uma direção, deve ser deslocado para novamente na direção oposta e, assim, chegou o tempo da Luz ser reinserida em todos os grandes salões do seu planeta.

Esta mudança levou um tempo para acontecer e, como sabem, foi mesmo antes de você aqui entrar, neste pequeno planeta azul. Não só desta vez, mas antes mesmo de lembrar-se de vir a estar aqui. E assim, foi trazido para atiçar as chamas de novo, não só dentro de si, mas também de seus semelhantes, o suficiente para garantir que essa mudança realmente viesse a ser. E com ela, foi lhe dada a tarefa de literalmente reescrever sua própria história.

Entretanto a humanidade tem dificuldade de ver além das ações e, assim, mantém listas que detalham o "bom" e o "ruim" e não há nenhuma maneira de esquecer a distinção entre eles. Mas isso é o que terá que se lembrar mais uma vez, que não é novidade para nenhum de vocês, sendo simplesmente algo que foram programados para esquecer - o momento em que se afastaram da sua versão completa e entraram naqueles recipientes carregando o nome de "humanos".

E assim, gasta muito do seu tempo colocando tudo o que encontra em recipientes, colocando uma etiqueta elegante de "positivo" ou "negativo", "bom" ou "ruim", "eles" ou "nós" e dividindo tudo em partes cada vez fragmentadas, tudo num grande esforço para manter-se esquecido ainda mais de quem realmente é.

Lembre-se que tudo tem a mesma essência e já que tudo vem da mesma fonte e, mesmo que possa parecer saborear, sentir, agir ou se comportar de maneira diferente, tudo volta para o mesmo, tudo se resume a UM.

E você também, pois não é menos Deus do que qualquer coisa ou qualquer pessoa que definisse com tal descrição. Então, não é nem mais nem menos do que nada, nem ninguém em toda a Criação. Esta é a simples lição que precisa levar a sério, pois esta é a única resposta que vai responder a todas as perguntas que ainda irá fazer.

É UM e uma única parte desse total de UM.
Pode se sentir separado, mas isso é simplesmente porque foi ensinado a esquecer.

Mas agora, lhe foi dito para se lembrar novamente e, quando o fizer, tudo cairá no seu lugar e não haverá ninguém nem nenhuma coisa que não se encaixe na grande imagem de vocês. Nem para tudo na existência, pois isso, também, é parte sua, assim como você é uma parte dela.

E, assim, agradecemos, em nosso nome de fazer o que faz. Por fazer o que ninguém fez antes, e, como tal, estar tornando a todos nós numa nova versão ainda maior, por que está tornando esse UM, num UM ainda mais sábio.

Por favor, respeite todos os créditos.
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/03/o-manuscrito-de-sobrevivencia-parte-401.html
Aisha North – Channelingsand Words of Inspiration
Fonte e Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge 

Extraído de: http://stelalecoqc.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®