O MANUSCRITO DE SOBREVIVÊNCIA - PARTE 399 - O TEMPO


O MANUSCRITO DE SOBREVIVÊNCIA 
PARTE 399 - O TEMPO
Os Companheiros Constantes 
Canal: Aisha North
22.02.2014

Hoje voltaremos a um tema tratado anteriormente, mas que vale a pena ser repetido. Trata-se de um assunto do momento, o tempo. Um assunto que continuará aparecendo nas nossas mensagens e que, com razão, como todo o conceito, na verdade é uma limitação em que parece pensar que existe e que certamente trata-se de um assunto que está no âmago de toda esta operação.

Como vê, o conceito de tempo que a humanidade tem deste trecho linear de eventos é que lentamente se desenrola em um ritmo designado e que limita suas ideias a respeito de como e quando um determinado fato pode acontecer.

Para você, as coisas só podem acontecer num nível de consciência do qual é capaz de testemunhar. Dessa maneira, encontra limitações rigorosas, na medida em que parece pensar que tudo deva aderir a estas limitações que sua ideia de tempo configura.

Estas limitações são de fato muito básicas para sua ideia de vida, quando utiliza algo como um relógio para marcar um momento, geralmente gravado para a posteridade - desde quando teve seu primeiro sopro até determinada data - quando relembra seu passado.

E assim, cada vida é como uma linha traçada na areia, a partir de um ponto, correndo em paralelo a outras vidas ou linhas que existam simultaneamente com a sua e, assim, todos compartilham de uma mesma ideia intrínseca de quando um determinado evento ocorreu, quando pesquisa em seus anais e verifica a hora e a data em que foi gravado.

E assim, quando retrocede ou quando planeja com antecedência, sempre adere a esta mesma linha estrita de tempo, sem exceção, de modo que o tempo seja de fato uma linha reta e estreita que se estende para frente e para trás até o infinito. Uma linha reta, como uma régua, sem nenhum desvio em toda sua extensão. E assim, nada que esteja fora desta fina linha não pode existir, pois não se encaixa em seu conceito de tempo, não podendo ser concebido por sua mente.

Utiliza sua medida de tempo (ano luz) para definir a "idade" da luz que entra em sua linha de visão sempre que você olha para o céu. Também para definir a distância entre as alfinetadas cintilantes de luz que vê acima no céu noturno, do tempo quando a luz de determinada estrela iniciou a sua viagem em sua direção. E assim, o conceito de tempo se estende em todas as direções que pode ver, no entanto, também reduzido a uma estreita linha.

Para nós, o conceito de tempo assume uma forma muito diferente, como agora talvez também tenha começado a sentir, quando o tempo como conhece não é mais o mesmo.

Para nós, o tempo é certamente um assunto maleável em todos os sentidos e que para muitos de vocês, também parecerá assumir essa mesma maleabilidade. Muitos perceberão que o tempo não será mais definido pelo ritmo constante, dispensado por seus relógios e tão confiável como sempre lhe atribuído.

Agora, irá descobrir que a própria ideia de "passar o tempo" irá deixá-lo meio zonzo e realmente passar por um tempo difícil - numa forma de trocadilho – para manter o controle das coisas.

Porque, se tentar voltar e descrever exatamente o que esteve fazendo em um determinado momento - um conceito que normalmente é fácil de conceber em sua mente - talvez se perca muito rápidamente se tentar colocar esses eventos num cronograma definido.

Pois, o que costumava vir naturalmente a você não mais irá fazê-lo e verá que esta linha de traçado reto e claro se tornará embaralhada e confusa, parecendo voltar em si mesma, se esticando e comprimindo como um acordeão tocado por um músico muito inábil.

E assim, as coisas que realmente possam ter ocorrido em duas datas quase idênticas, poderão parecer ter ocorrido em tempos diferentes, enquanto coisas que aconteceram com talvez várias décadas entre elas parecerão ter corrido quase simultaneamente.

Sabemos que será capaz de relatar casos semelhantes a este, então, estamos aqui para lembrá-lo de que será simplesmente um sinal de que está rompendo as mais antigas das barreiras que o manteve cativo por um longo tempo, sim - o tempo.

Porque, à medida que se libertar da velha escravidão do tempo linear, também irá encontrar-se muito mais livre em muitos outros aspectos. Pois, enquanto o resto da humanidade ainda tenta o seu melhor para se manter marchando na mesma velha batida de seus relógios, você se tornará um viajante do tempo em todos os sentidos da palavra.

Ao deixar os antigos limites de tempo linear para trás, começará a entender que existem novos níveis ou dimensões para explorar, dimensões que existem simultaneamente com o velho e único espírito que experimentou até agora.

Sim usamos a expressão espírito único com a intenção mostrar como tem até agora vivido sua vida, como se simplesmente existindo dentro desta linha estreita e estritamente definida de tempo, sua velha maneira de viver a sua vida, se desenrolando nessa faixa de raia única que se estende desde o nascimento até a morte para, em seguida, ser abruptamente cortada novamente.

Todavia, agora começará a sentir uma versão multidimensional de si, aquela em que não há fim nem começo, onde tudo ocorre ao mesmo tempo, em ciclos intermináveis ​​de faixas de tempo, como numa tira de historia em quadrinhos, aparentemente mordendo a própria cauda, enquanto atravessa em uma busca incessante de conhecimento e experiência.

Verá que esta faixa estreita de uma vida humana não é nada mais do que uma simples e pequena linha na areia, mas que de agora em diante, estará convidado para explorar toda a praia e mais além.

Uma vida humana é simplesmente como um pequeno e estreito sulco na areia, com a visibilidade muito limitada por estas paredes estreitas, definidas pelo cronograma em que foram tão bem treinados para seguir.

Mas agora, ao ver essas paredes em ruínas diante dos seus olhos, começará a entender que o tempo não precisa mais ser encarado como uma espécie de camisa de força e a ideia de que possa até mesmo estar "sem tempo" será motivo de alegria, não de desespero e frustração.

Correr contra o tempo é realmente algo que já não são capazes porque agora o tempo vai estar a sua disposição - e não o contrário.

Antes, sentia-se forçado a viver sua vida ditada pelo relógio e, assim, observava como os segundos, minutos e horas pareciam, literalmente, correr para fora na areia, para nunca mais voltar. E se não aproveitasse o exato momento ou "agora" que nunca mais voltaria, definia como uma "perda de tempo".

Bem, não existe tal coisa como perda de tempo, esse é um conceito que em breve verá ser mais verdadeiro do que mesmo possa até começar a entender agora.

Pois o tempo é, como já dissemos antes,  maleável e, na verdade, algo que possa até ter uma conversa com ele. E quando dizemos conversa, nos referimos a uma interação. Lembre-se que o tempo não será mais restrito a um conjunto definido de compartimentos, cada um medindo o mesmo, como em seus conceitos de segundos, minutos, horas e assim por diante.

Estes conceitos compartimentados de tempo não é mais o que irá definir a sua vida que começa a espreitar sobre aquele muro que separa a humanidade do resto da Criação.

Então, verá que será capaz de dar passos atrás e para frente entre esses "compartimentos" muito facilmente e entender a mudança entre as diferentes camadas deste "bolo" multidimensional da Criação e que também lhe enviaremos para frente e para trás entre muitas versões diferentes deste conceito de "tempo".

Achamos que muitos terão dificuldade de seguir essas palavras, de forma que vamos apenas resumir dizendo que agora as paredes estão caindo em todos os sentidos e um dos resultados será sentido na sua incapacidade de manter o controle de tempo. Isto é, na forma humana de defini-lo.

Então saiba que mesmo que se sinta um pouco perplexo de todas essas versões aparentemente intermináveis ​​de lapsos de tempo, peculiaridades e paradoxos, eles são simplesmente um sinal de que se tornou desatado da restrição deste velho fio da terceira dimensão e começará aprender a estar no lapso entre outra época e agora de uma forma muito diferente de antes.

E com este desatamento também virá uma nova forma de equilíbrio, na medida em que começar a entender o conceito de bilocação simultânea, um conceito que necessita estar desconectado do antigo em todos os sentidos, especialmente da noção do tempo.

Então, como já dissemos antes, basta ir com o fluxo, mesmo quando parecer levá-lo além do que sua mente possa compreender.

Não será levado a nenhum lugar que não esteja destinado a ir, simplesmente irá para fora de águas conhecidas para novas e inexploradas, de uma forma que irão ajudá-lo a libertar-se do velho e mergulhar profundamente no caminho para o novo.

Por favor, respeite todos os créditos.
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/02/o-manuscrito-de-sobrevivencia-parte-399.html
Aisha North – Channelingsand Words of Inspiration
Fonte e Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge 

Extraído de: http://stelalecoqc.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®