O MANUSCRITO DE SOBREVIVÊNCIA - PARTE 395


O MANUSCRITO DE SOBREVIVÊNCIA
Os Companheiros Constantes 
Canal: Aisha North
08.02.2014


Agora todos estão na pista de tráfego rápido, queridos, e como tudo continua a se acelerar, sua percepção da realidade a sua volta também vai começar a mudar a uma velocidade cada vez maior. Como vê, os véus começaram a cair em todos os aspectos, de modo que o que verá continuará a aumentar em todos os sentidos.

Deixe-nos explicar. Não virá como novidade para ninguém de que o mundo a sua volta não é o mundo que deveria ser e agora se tornará óbvio para todos. Ou seja, para todo aquele que fez a mesma escolha que a sua, ou seja, realmente abrir seu coração para a Luz e, através disso, permitindo-se a começar a ver o que foi todo o tempo, mas que se afastou muito cedo, aparentemente para sempre.

A Luz trará muita clareza e quando o nevoeiro se levantar, verá a beleza onde não havia nada, verá o vazio onde antes parecia haver escuridão e verá que havia uma espécie de parede impedindo que visse.

Assim como a neblina, irá tirar a ilusão de separação e das trevas, levando com ela a ilusão da limitação e, como tal, será como se estivesse dentro de um apartamento mofado e apertado, onde todas as paredes e o teto de repente desaparecessem, revelando um o céu azul brilhante acima e intermináveis campos verdes por todos os lados.

Usamos uma metáfora simples que parece soar que estamos falando com crianças, muito embora, o que estamos tentando deixar claro é a simplicidade em que esteve escondido, numa forma de construção muito complexa em que esteve tão profundamente imerso.

Em sua mente, sente como estivesse lutando com varias camadas de confusão, onde cada camada parece estar envolvendo outra, ou numa estrada que o leva a um beco sem saída e que, ao se virar, irá encontrar o mesmo beco sem saída, novamente a sua frente.

Mas tudo isso é simplesmente uma ilusão, criada para manter a humanidade sempre procurando, em vão, encontrar uma maneira de suportar esta prisão dentro de um corpo frágil, abrigados num mundo que parece estar literalmente se desintegrando, cada vez mais enquanto falamos.

Bem, este seu velho mundo está realmente caindo aos pedaços e com razão, pois não é nada mais do que um faz de conta, um conjunto de adereços, construídos para mantê-lo em um ciclo eterno de escravidão sob suas próprias crenças de não ser bom, nem poderoso o suficiente, nem merecedor de alcançar a sua própria liberdade.

Muros de prisão que os tem aprisionado por um longo tempo e, como falamos anteriormente, mesmo que essas limitações autoimpostas e efetivamente sobrepostas não sejam mais válidas, em sua mente, parece sentir que sua presença rege muito de seus negócios cotidianos.

E, então, automaticamente tenta cair no mesmo padrão de antes. Sabemos que já falamos acerca deste assunto muitas vezes, todavia, novamente temos de repeti-lo, enquanto precisa ser lembrado de sua liberdade.

Pois, mesmo que tenha alcançado isso, ainda não usufruiu, muito embora ainda tenha que experimentá-la totalmente. Ou seja, esperar que alguns indivíduos corajosos comecem a tomar as primeiras inalações profundas do ar puro, limpo que está agora disponível para todos.

Sabemos que poderão testemunhar a clareza que trarão, tanto para o corpo, mente e espírito e, como tal, só podemos implorar para tentar fazer o mesmo que esses pioneiros já mostrados.

Para isso é preciso coragem para se aventurar pelo lado de fora e experimentar a "verdade" pois, como todos sabem, uma vez que realmente se deixe levar pelo fato de tudo que tomou anteriormente como fatos sejam meramente frutos da sua imaginação.

Precisará fazer uma enorme mudança em si mesmo, achando que seria demais para suportar. Mas esse não é o caso aqui pois, como já dissemos, essa transição do antigo para o novo, será aquela que irá perfeitamente simplificar suas ideias sobre como essa transição em andamento, e que está em seu caminho, agora deve acontecer.

Quanto mais pensar sobre isso, mais difícil irá parecer e o limiar entre você e essa liberdade tão ansiada parecerá se estender mais a cada dia. Não se trata de fazer alguma coisa, simplesmente permitindo-se dar esse passo e depois de colocar esse pensamento em seu ser, que automaticamente venha por si só.

Não se trata de escalar as montanhas mais altas ou cruzar o mais profundo dos rios, isto é simplesmente algo como largar tudo que tenha sido, deixando escapar por entre os dedos como água fluindo.

Parece complicado, mas isso é porque as palavras são sempre complicadas. Ainda sente a necessidade de ouvir as palavras que o farão entender todo este processo e, então, esperar de forma a ouvir a explicação de todo este processo que colocaria sua mente à vontade.

Então diria simplesmente que, seguindo as instruções detalhadas, se acharia capaz de fazer isso. Desse modo, terá que esperar para sempre, se estiver esperando por essa instrução, que nunca lhe será dada.

Ou seja, nunca será dado numa forma como numa sequência de letras apresentadas em uma página para que possa perceber com os olhos e processá-lo com seu cérebro. Nisso, já é um mestre, não precisando de lições para fazer.

Tudo que precisa é esquecer a ideia de que necessita aprender de um modo completo antes de tentar fazer.

É simplesmente uma escolha de saltar ou não, de liberar ou segurar, de seguir sua sabedoria interior ou ouvir aquela excessivamente cautelosa "voz da razão" que está tentando persuadi-lo a ficar para trás.

Não é algo que vá ou possa ser explicado, é simplesmente o que já está aqui, dentro de si, pronto para ser abraçado novamente, após vidas de negação. Já sabe quem você é, e do que é capaz, mas ainda assim, sente a necessidade alguma confirmação de fora.

E nós não o culpamos por isso, pois está apenas seguindo o instinto de um ser humano, esse seu lado que tem sido aparentemente seu eterno governante, de modo que, ira sentar-se e repensar suas opções.

Esta é a forma como foi treinado e, então, hesitará de saltar quando for apresentada a opção de fazê-lo. Todos terão sua escolha, pois é somente a você que caberá fazê-la, pois é a sua vontade e o único que terá de tomar a decisão. Não a nossa ou de qualquer outra pessoa. São seres soberanos, embora também ainda muito humanos, onde aquele lado humano fará de tudo para manter sua autoridade.

Não se segure tempo demais e não ache que tenha que saber o que fazer antes de fazê-lo. Já sabe tudo, embora ainda esteja muito sob a influência do antigo, conforme foi programado para fazer: sentar, ouvir e aguardar ordens e instruções.

Porque, simplesmente, acha que não é sábio o suficiente para ir lá sozinho. Mas, desta vez, é exatamente o que terá de fazer. Durante este tempo, deverá estar disposto a simplesmente largar tudo para passar entre velha rede de ser humano, numa rede que o tem mantido cativo por uma eternidade.

Embora as malhas dessa rede de fato sejam grandes, ainda consegue encontrar uma forma de ficar enredado nela, ou se recusa a afrouxar os dedos do controle do fio de esperança que o tem prendido. Espera por uma explicação ou uma informação que facilite este salto, tornando-o menos assustador.

Mas que não virá, pois já aprendeu tudo o que precisava ser aprendido. O que precisa fazer, como nós já dissemos anteriormente, é desaprender todas as características de ser humano, dependente de todas as velhas ideias e confiar em si mesmo o suficiente para simplesmente deixa-las ir.

Usamos muitas palavras para tentar lhe dar aquele ultimo empurrão de a pouco embora, na verdade, palavras sejam apenas uma maneira superficial de tentar empurrá-lo com a energia contida nelas. Elas, por si só não têm nenhum valor, não existem palavras no mundo que possam lhe dar o que já possui.

Tem a liberdade de tomar, pois está lá a disposição e não escondida, nem com difícil acesso. Tudo o que precisa fazer é parar de tentar tão duramente – como já aconselhamos antes e repetimos.

Pare de procurar e de se esconder da verdade, pois a verdade é simplesmente esta: você já está lá, mas não pode ver-se, porque não se atreve a se deixar ver.

Liberdade não é para todos, é para aqueles dispostos a abraçá-la livremente e, se estiver em falta, não será digno dela. Então, irá virar as costas para si e se afastar como que acenando da porta e ficar dentro de casa, naquele quarto que já conhece tão bem. Se for isso que escolher, será uma escolha que honraremos.

Não estamos aqui para castigá-lo de alguma maneira, estamos aqui simplesmente para tentar ajudá-lo a escolher a liberdade que não só mereceu, mas que é sua por toda a eternidade e que era sua, mesmo antes de aqui chegar. É tudo o que tem sido dado desde o início, mas que não pode ser imposta a ninguém, tem que ser abraçada.

Por favor, respeite todos os créditos
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/02/o-manuscrito-de-sobrevivencia-parte-395.html
Aisha North – Channelingsand Words of Inspiration
Fonte e Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

Extraído de: http://stelaleocqc.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®