O MANUSCRITO DE SOBREVIVÊNCIA - PARTE 391


O MANUSCRITO DE SOBREVIVÊNCIA 
PARTE 391
Os Companheiros Constantes
Canal: Aisha North
24.01.2014

Já passou por inúmeras ocasiões, sofrendo com a ilusão de estar estagnado e estamos bem conscientes de que esta é uma fase muito desgastante para todos. Usamos a palavra ilusão de forma intencional, pois realmente nunca esteve sofrendo por falta de progresso, longe disso.

Mas, como o cérebro humano ainda é muito limitado em sua capacidade de registrar o progresso de outra forma que não esteja habituado, até agora, na sua longa linha de existência humana, às vezes, ainda é bastante desafiador fazê-lo entender que o que pode ser interpretado como um impasse, ou mesmo um passo para trás, na verdade é nada mais do que um gigantesco salto para a frente.

Vamos explicar.

Como muitas vezes falamos anteriormente, a humanidade tem sido posta dentro de limites restritos em todos os tipos e formas, incluídos aqueles que implicam na utilização de sua percepção sensorial. Como já sabe muito bem, a gama da capacidade humana, comparada ao que já aprendeu sobre o escopo da existência, é de fato, extremamente superficial.

Se mencionarmos apenas um conceito, como o da visão, sabe muito bem que o olho e o humano parecem capazes de processar apenas uma pequena fração da largura da banda de frequências com qual a luz é emitida. Apenas acrescentamos, dizendo que este alcance é de fato bem maior do que aquele que a humanidade tem determinado como seus instrumentos construídos por seus cientistas, não importando quão intricados sejam. Um fato também decorrente da falta de habilidade de como determinar o verdadeiro alcance daquilo que é emitido na forma de ondas de luz.

Vê apenas o que está programado para ver e, até agora, esteve bastante limitado, valendo o mesmo para todas as suas outras capacidades sensoriais. E, assim, tudo que vê é apenas uma pequena fração infinitesimal do que recebe.

Assim, não é de admirar que não seja capaz de discernir sobre o mundo a sua volta, não comunicar o que está acontecendo. Nem você, nem o resto do mundo sabem do que são capazes de detectar através de seus sentidos. E assim, facilmente caem em desespero com sua paciência, caindo a um limite extremo.

Não o estamos criticando de nenhum modo, estamos simplesmente apontando alguns fatos para melhor ajudá-lo nesse processo e, por isso, gostaríamos de gastar algum tempo apontando para algumas ocorrências que passam despercebidas pela maioria de vocês.

Com o tempo, isso será algo que todos serão capazes de sintonizar em uma base regular mas, como já mencionado anteriormente, o "arraste" que toda a experiência provoca numa sequencia de eventos, levará algum tempo para ser registrado integralmente por seus sistemas. E assim, todas as mudanças que acontecerão, poderão ser extremamente profundas, deste modo, demorando algum tempo antes de infiltrar-se em sua consciência.

A mente humana não é nada se não tenaz e, assim, mesmo quando é colocada ante alguma mudança clara e bem definida, ainda tentará recusar essa idéia em si mesma e assim, continuando na mesma linha por algum tempo, antes que realmente aceite as novas leis da natureza.

Usamos esse conceito com a intenção, de todos irem se acostumado da uma vida que está, em todos os aspectos, regida por aquilo que julgam ser leis imutáveis​​, como uma "lei da gravidade", o conceito de tempo, a velocidade da luz e tantas outras "regras" e "leis" que consideram como imutáveis, como se escrito em pedra.

Portanto, quando uma mudança acontece e que altera esses conceitos, sua mente humana simplesmente a descarta como impossível, nem dando tempo para tentar refletir sobre os fatos com que é apresentada.

Isto é simplesmente uma parte natural da vida de um ser humano e, como tal, não é algo que venha como uma surpresa para nenhum de nós. Pelo contrário, tem sido um fator bem definido desde o início deste processo e, assim, a necessidade de mantê-lo informado sobre as mudanças reais que ocorrem, foram escritas para este plano desde o início.

Não consegue ver a maioria das mudanças ocorrendo, simplesmente porque seu cérebro se recusa a reconhecê-las. E o faz, porque foi treinado neste sentido. Então, o que todos tem a fazer, é com que seus cérebros desaprendam alguns dos velhos truques adquiridos.

Em muitos aspectos é como treinar algumas partes de seu corpo, como talvez um pequeno músculo de algum lugar que nem sabia que existia e como tem estado em desuso por algum tempo, se acostumou a não ser utilizado. E assim, precisará ser persuadido em se tornar uma parte vital do seu corpo, mais uma vez e, como de costume, poderá em primeiro lugar ter um preço a pagar.

Como sabem muito bem, qualquer coisa não usada, simplesmente começará a se debilitar e quando for colocada novamente em uso, irá reclamar muito e por vezes fazer bastante barulho, como aquele músculo dormente, após ser exigido, ao começar a exercer novamente suas habilidades, após uma longa e agradável pausa.

Podem encontrar nestas palavras um pouco de irreverência talvez, todavia, não estamos dizendo isso para fazê-los se sentir como sub-empreendedores de alguma maneira.

Estamos simplesmente lembrando que têm à disposição um conjunto de ferramentas que ainda terão de descobrir e colocar em uso e que já estão todas aqui, prontas para serem retiradas das antigas teias de aranhas em que foram mantidas por eras e, como tal, terão o que for preciso, embora tenham que levar algum tempo para entenderem o que realmente fazem e o que terão que fazer com elas.

Dispõe do que é preciso para começar a acessar TODAS as informações que o envolve e que, na verdade, estão dentro de você e quando fizer, começará a ver, ouvir, conhecer e compreender de um modo muito novo.

Então, verá muito além do que o conceito humano pode ver e começará a ouvir coisas que nenhum ouvido humano tenha sido capaz de discernir e aprenderá a entender as coisas de uma forma muito diferente do que tinha anteriormente compreendido.

Todos esses caminhos humanos que colocaram conhecimentos em sua cabeça serão substituídos e as vias de acesso ao conhecimento se tornarão muito, muito mais rápidas e, na verdade, muito mais precisas.

Então, não precisará ver as coisas com seus olhos, para em seguida seu cérebro processar os sinais e transformá-los em algo que sua mente possa perceber. Não precisará ir pelo caminho dos seus ouvidos, porque o seu cérebro também captará os sinais mais sutis emitidos, a partir de uma fonte, redes, descobrindo que está conectado a tudo o que existe e, como tal, os sinais sutis e comunicações que permeiam tudo, estarão ao alcance de sua voz. Então, será capaz de captar as mínimas mudanças a sua volta e de perceber essas mudanças a que nos referimos.

Então, verá que a luz que incide em sua atmosfera proveniente de seu vizinho amigável o Sol, já não é a mesma luz que costumava ser. Mudou de uma forma muito notável, de modo que sua própria composição já não corresponde à antiga. Mudou de tal forma que por sua vez está mudando tudo que ilumina.

Não, isso não tem nada a ver com o que se refere como "aquecimento global" ou o esgotamento de sua camada de ozônio. Estamos nos referindo a sua própria maneira em que interagem uns com as outros, de modo que a própria composição e, na verdade, a "temperatura" dessa luz mudou muito, para partículas muito mais leves.

Quando dizemos temperatura, não nos referimos à forma que medem com seus termômetros. Estamos nos referindo ao comprimento de onda incidente, ou seja, a parte do espectro a que ela pertence que passou por uma mudança muito sutil, embora com consequências de longo alcance para todos.

Não, não são negativas, estamos nos referindo a mudanças que envolvem partes de seu DNA dormente a serem ativadas. Este efeito gatilho será, em grande parte, aquelas emissões que vê - e de fato que não vê - sendo irradiadas para baixo numa base diária a partir de seu Sol.

Partículas que penetram não só na sua atmosfera, mas na verdade na essência do seu planeta, compostas de tal forma, que realmente irão definir todo interruptor dormente codificado em seu DNA para LIGADO.

Na verdade, esse processo vem acontecendo já por algum tempo embora, ultimamente, fosse aprimorado de tal forma que agirá como uma verdadeira reação em cadeia, a acelerar todo este processo de forma exponencial.

Além disso, existem outros fatores neste trabalho que o estão ajudando muito nesse processo de mudança de um ser humano da "velha escola" e para o novo ser humano. A versão ilimitada de você, onde suas habilidades de interagir e entender tudo que estiver ao seu redor, será muito maior.

E sim, já percorreu um longo caminho neste processo embora, por enquanto, seus velhos sentidos humanos ainda estejam no controle, quando se trata de que tipo de informação que seja capaz de acessar.

E, assim, deixa de perceber o novo, porque ainda está a ser inundado com muitos sinais do antigo. E assim, o novo parece inexistente, quando o que realmente está acontecendo é que todo o velho está saindo da existência. Todavia, como já dissemos antes, não sem antes fazer muito barulho, quando sai pela porta pela última vez.

Portanto, saiba que já está bastante imerso no novo, literalmente inundado em todos os tipos de informações interessantes e onde não está mais aquém, fora do circuito de nenhuma forma. Mas, para que seja capaz de usufruir de tudo isso, precisa encontrar seu caminho através deste velho e barulhento labirinto e, metaforicamente, ligar seus olhos e ouvidos, para ser capaz de melhor captar as imagens e sons do novo.

Por enquanto, ainda está muito voltado e focado no velho ruído e informações, que estão tão treinados para captar e a inclinação natural de seu cérebro é a de desconsiderar qualquer coisa que não se enquadre nessa categoria.

Pegando nestes primeiros fios tênues que marcam uma nova conversa acontecendo entre você e o resto da criação será uma tarefa difícil. Sim, já está participando muito nesta conversa como, aliás, o seu corpo físico e as partes de sua consciência não definida pela porção humana, já são membros muito ativos desta enorme congregação de novas vozes.

E assim, ao longo do tempo, muitos pegarão pedaços dessas discussões e interações em curso, embora sejam de um calibre muito diferente daquelas com que estão acostumados a participar, na sua maioria passarão despercebidas ou irão senti-las como fragmentos de sonhos ou apenas uma espécie de alucinação. Todavia, acredite quando dizemos que são muito reais de fato, muito mais reais do que a chamada realidade de seu dia a dia.

Estamos falando do fluxo interminável de informações na forma de vibrações ou frequências de luz em que já está imerso e, como tal, muito longe da densidade mais baixa, forma baseada no medo de comunicação que o amarrou em um nó, numa base regular.

Estamos falando de uma "conversa" de tal leveza, de luz em todas as formas e feitios, em todas as cores e nuances, que alguns poderão pensar que isto soe tão frágil como o mundo da ilusão a que nos referimos anteriormente, embora deva lembrar-se que a matéria não é um sinal da realidade, pelo contrário, é um sinal de energia manifestada através da consciência.

E agora, todos serão convidados para entrar em sintonia com uma realidade que até agora ainda não se manifestou e, como tal, esta realidade parece ser uma ilusão. Embora não seja menos verdadeira, porque ainda não pode vê-la. Está lá, em toda a sua glória embora, como um ser humano, ainda precise de algum tempo, antes que possa vê-la com tudo aquilo que é.

Através de seus olhos ainda muito humanos, tudo o que viu até agora foi o estado lastimável da ilusão que foi criada a sua volta por muito, muito tempo atrás, visão que se sobrepõe à verdade que já está aqui, embora ainda escondida da sua visão.

Então, não se desespere por aquilo que não vê, pois isso não significa que não exista. Pelo contrário, alegrai-vos no fato de que o que vê ao seu redor é simplesmente o último remanescente da velha ilusão já começando a desaparecer.

Lembre-se de ligar seus ouvidos e olhos, se necessário, para que estes últimos remanescentes da velha ilusão não continuem a prejudica-lo na busca de verdadeiramente ver o novo.

Levará tempo e dedicação para anular os sinais do velho e, assim, simplesmente pedimos para deixar de acreditar que ainda não pode ver, acreditar que é realmente capaz de ver tudo. E então, dará a abertura que precisa para realmente começar a encontrar as ferramentas que irão desbloquear todas essas habilidades a muito tempo perdidas, para se tornarem vistas por todos.

Por favor, respeite todos os créditos.
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/01/o-manuscrito-de-sobrevivencia-parte-391.html
Aisha North – Channelingsand Words of Inspiration
Fonte e Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge 

Extraído de: http://stelalecoqc.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®