OS COMPANHEIROS CONSTANTES - O MANUSCRITO DE SOBREVIVÊNCIA - PARTE 370


O MANUSCRITO DE SOBREVIVÊNCIA 
PARTE 370
Os Companheiros Constantes 
Canal: Aisha North
16.11.2013


Como sabe, às vezes, esta aceleração de muitas formas para alguns foi quase insuportável. Temos que lembrar a todos que, mesmo que às vezes possa se sentir como se estivesse de joelhos, sequer incapaz pensar em levantar-se de novo, não está sendo mais maltratado por essas mudanças energéticas que continuam o espancando incessantemente.

Simplesmente está sendo elevado em vibração com cada explosão desses mísseis energéticos, entretanto, ainda assim, poderia não ser muito fácil lembrar-se desta verdade. Muitos estarão lutando com elas agora e, por isso, poderá ser difícil não olhar para o aparente abismo na sua frente e achando que estará indo cada vez mais fundo nela.

Todavia, este não será um abismo queridos, não importa o quão profundamente encontrem-se imersos com essas energias golpeando-o ao redor de suas orelhas. Pois, o que se parece como uma busca sem fim para manter o seu equilíbrio, simplesmente é um sinal claro da valorização energética e, desse modo, o elevador está realmente subindo todo o tempo, mesmo quando sente em seu estomago o vazio que parece sinalizar que está em queda livre, sempre caindo.

Dizemos isso para tranquilizar aqueles que se sentem menos confiantes que nós quanto a essa última barragem, que serviu para deslocar o que deve ser interpretado como o último pedaço de chão firme sob seus pés, somente depois que se erguer do que costumava ser um terreno mais baixo, porque esse não é o lugar a que pertencia.

Mas, como não tem como sentir o novo piso sob seus pés, estará se debatendo em busca de algo sólido para pisar. Todavia, lembre-se que não existe tal coisa no momento, porque tudo está fluido, não só por dentro, mas também por fora e, dessa maneira, está experimentado o caos é mais do qual falamos de todas as formas possíveis.

Lembre-se, quando falamos de caos, todos tem uma imagem de como ele seria interpretado por um cérebro humano que sempre irá procurar por um padrão conhecido, mesmo no desconhecido. E, assim, talvez até tivesse já começado a se preparar para a sua versão do caos, embora, como você já viu, não é isso que irá observar.

Avisamos para esperar o inesperado, pois se o que acontecesse fosse conforme o esperado, dificilmente poderia ser rotulado como caos.

Isso que está causando certa consternação adicional entre muitos agora, enquanto se encontrar mais uma vez em território desconhecido e antes que possa começar a ter pequena noção dessa nova terra, será novamente levado ainda para uma parte desconhecida de sua consciência.

Agora estará se mudando muito rapidamente, não havendo sentido em tentar manter-se a par de qualquer forma. Simplesmente deve deixar-se entregar completamente a este rio sempre fluindo numa mudança caótica, sempre de forma inclinada e aparentemente aleatória.

Dizemos isto, a fim de lembrá-lo que há de fato um plano cuidadosamente colocado por trás de tudo isso, para que o resultado seja de fato assegurado, mas não se esqueça de que o caminho que irá levá-lo até lá não será mostrado em detalhes de antemão.

De fato, esse é o ponto deste processo do qual precisa ser sacudido para fora dos velhos padrões e rotinas que tão veementemente tenta seguir, não importando o quão duramente estaria sendo empurrado para sair delas. O antigo homem, reprogramado de uma forma que iria garantir sempre ficar na mesma rotina, nunca buscando se aventurar além das fronteiras estabelecidas antes delas.

Ainda assim, continua muito propenso a se manter dentro desses limites rígidos, mesmo agora, quando toda a aparência de limitações for levantada. Como um prisioneiro de sua mente, mesmo muito tempo após todas as paredes de sua cela serem demolidas.

De nenhum modo esta é alguma forma de censura. É apenas um lembrete de que agora será novamente convidado a ir contra o que tem sido sua própria natureza por eras e, desse modo, será empurrado e cairá, esticado e comprimido, até que perca qualquer vestígio do que costumava ser o antigo você, que costumava constituir seus limites naturais.

Estará submetido a estas imersões bruscas de dilúvios energéticos, a arrastá-lo quando menos esperar, precisando de toda a ajuda quando começar a tremer, quando solto das antigas fundações. Mesmo quando achar que estiver completamente livre delas, ainda haverá uma pequena parte sua tentando se agarrar com tudo o que tiver.

E assim, faremos o que puder para ajudá-lo, para afastar o último empecilho a segurá-lo na velha ilusão, pois o que definiu como sua realidade não irá mais atendê-lo de nenhuma forma. Todavia, como foi tão profundamente programado para obedecer, não importando o quão surreal parecesse, precisará de um monte de sacudidas com a finalidade agitá-lo e livra-lo desses constrangimentos de uma vez por todas.

Lembre-se, mesmo que se sinta muito abalado e rasgado como uma boneca de pano nos braços da criança vigorosa, saiba que tudo que experimentar, mesmo que sinta menos suportável, tudo foi feito com um objetivo em mente: Libertá-lo para a verdadeira realidade.

Não apenas numa liberdade aparente, onde uma pequena parte sua ainda se apegue tenazmente ao velho paradigma. Deverá estar livre como um pássaro em todos os sentidos da palavra. Se insistir em manter mínimas partes do antigo, as mesmas servirão para arrastá-lo de volta quando a próxima grande onda de Luz, para elevá-lo ainda mais chegar.

Desta vez, a sua entrega será realmente a única maneira de conquistar tudo. 


http://stelalecocq.blogspot.com/2013/11/os-companheiros-constantes-o-manuscrito_17.html
Aisha North – Channelingsand Words of Inspiration
Tradução: Candido Pedro Jorge 
Fonte: Sementes das Estrelas

Extraído de: http://stelalecoqc.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®