EXPLORANDO O REINO DAS SOMBRAS


EXPLORANDO O REINO DAS SOMBRAS
18 de Setembro de 2013: Ensinamentos Cósmicos sobre a Sombra
Sarah Varcas


Hoje Vênus une-se à conjunção Nodo Norte/ Saturno em Escorpião e, junto com a Lua e Urano, nos convida a explorar os reinos da sombra através de uma perspectiva nova.

Tradicionalmente, e no seu sentido mais sábio, a “sombra” se refere àquelas partes de nós mesmos que nós negamos, reprimimos e projetamos nos outros, numa tentativa de evitar assumi-las como nossas. São aquelas partes que não queremos admitir que temos, geralmente caracterizadas por pensamentos, sentimentos e comportamentos desagradáveis e inaceitáveis, como ciúmes, ódio, raiva, orgulho, arrogância, etc…

Lançadas às trevas de nossa mente inconsciente, elas espreitam e se deterioram e nunca vão embora, mas permanecem suficientemente longe da nossa consciência de modo a podermos continuar vivendo como se elas não estivessem lá… na maior parte do tempo!

Entretanto, hoje os céus apontam para uma compreensão expandida daquilo que forma a nossa “sombra”. Eles nos lembram que não são apenas aspectos “negativos” da nossa psique que renegamos dessa forma. Também jogamos fora o nosso próprio poder, nossa capacidade de criar, nossa força para defender aquilo em que acreditamos.

Podemos lançar na sombra nosso amor profundo e duradouro por alguém que sabemos não estar disponível para nós, ou até mesmo nosso amor por Deus, pelo Divino, porque não se encaixa na percepção que nós (e os outros) temos de nós mesmos. Efetivamente, nossa “sombra” é formada por tudo e qualquer coisa que faça parte de nós, mas que nos recusamos a reconhecer totalmente como nossa e assumir como parte integrante de quem realmente somos.

Com a Lua Cheia ocorrendo amanhã, temos agora a oportunidade de trazer tudo de volta para casa, para estarmos completos sob essa Lua. Hoje é um bom momento para verificarmos sinceramente o quanto de nós mesmos nós não estamos acomodando na luz da nossa consciência.

Porque todas as coisas que lançamos para fora dessa luz levam consigo uma porção de energia, de vida, da NOSSA vida, pois precisam dela para se manterem vivas enquanto seguimos adiante como se elas não existissem. E quando a “ração” se esgota, elas nos tomam um pouco mais, como uma espécie de “compensação” com a qual nós tacitamente concordamos para mantermos nossos “demônios” na sombra.

Só que não são apenas “demônios” que estamos jogando fora. Lá também existem belas bênçãos, lançadas à escuridão por medo do que poderia nos acontecer se as assumíssemos como nossas. Se incorporarmos nosso poder verdadeiro, o que isto significará para as nossas vidas, hoje vividas na meia-luz e modeladas pelas forças que nos rodeiam, as quais não ousamos desafiar?

Se assumirmos nosso amor pelo Divino, nosso reconhecimento total de que Ele e nós somos um, o que isto significará nos momentos em que nos sentimos derrotados, abandonados ou vítimas das circunstâncias?

Ao assumirmos a verdade de quem somos, acabamos com todas as desculpas, todas as nossas justificativas, sobrando apenas nós mesmos para culparmos (ou agradecermos!). A resistência em fazer isso pode ser muito mais poderosa do que podemos imaginar. 

O próximo período de eclipse só começa daqui a um mês, e nesse meio-tempo temos a maravilhosa oportunidade de descobrir o que realmente vive em nossa sombra e começar a liberá-lo. Ela está repleta de tudo que temos nos esquivado de reconhecer como nosso – TUDO! – portanto é um verdadeiro tesouro de emoções, pensamentos, sentimentos, poder, energia e potencial.

Nossa tendência é temê-la, assim como tememos tudo o que está no escuro, mas a única forma de removermos a escuridão é iluminá-la. E isto é exatamente o que nos está sendo pedido agora – que façamos brilhar a luz da consciência em nossa sombra, reconhecendo que tudo o que encontrarmos ali é nosso, em sua totalidade, para fazermos com isso o que quisermos. 

Não importa quão profunda é a raiva, quão poderoso é o ódio ou quão grande é o amor – está tudo à nossa disposição e sua energia está disponível para abastecer a transformação que é possível quando assumirmos quem e o que realmente somos, em nossa totalidade, e então encararmos a vida de uma nova maneira, sabendo que temos tudo o que precisamos para realizar nossos potenciais internos.

Com amor por todos,

Sarah Varcas

http://stelalecocq.blogspot.com/2013/09/explorando-o-reino-das-sombras.html
Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br
Fonte: http://astro-awakenings.co.uk/18th-september-2013-cosmic-teachings-on-the-shadow
© Sarah Varcas. Todos os direitos reservados. É dada permissão para compartilhar livremente este artigo em sua totalidade, desde que seja dado todo crédito ao autor. E que seja citado o site onde este texto é oferecido gratuitamente.

Extraído de: http://stelalecoqc.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®