ESSA É A SEPARAÇÃO - A SOLIDÃO APARENTE DE UM INDIVÍDUO PEQUENO E INSIGNIFICANTE


ESSA É A SEPARAÇÃO 
A SOLIDÃO APARENTE DE UM INDIVÍDUO
PEQUENO E INSIGNIFICANTE
Saul 
Canal: John Smallman
25.08.2013


Na unidade de toda a criação, sua inter-relação já não pode ser ignorada ou negada e que segue inevitavelmente o reconhecimento de que tudo o que ocorre, afeta toda a criação. Mas este reconhecimento é um novo conceito para aqueles imersos dentro da ilusão e só muito recentemente se tornou aceito e reconhecido pela sua ciência atual, embora muitos ainda neguem.

É uma verdade inconveniente, um reconhecimento e aceitação que exige mudanças na humanidade - mudanças nas crenças, nas percepções, nas opiniões, nos comportamentos e nas atividades humanas, exigindo uma grande redução nas agendas pessoais de autosserviço, endêmicas e principal indicação do sentido da separação e da necessidade concomitante para a autossuficiência que é, e tem sido por eras, a experiência geral da vida humana.

A autossuficiência de um ser humano é uma necessidade sentida - um meio de escapar da escravidão por um sistema implacável de regras, regulamentos e decisões duras dentro de aparente liberdade. Porem, apenas poucos podem invocar-se sozinhos para qualquer medida de sucesso. São interdependentes, por mais que possam tentar provar para si mesmo que não precisam de ninguém para crescer e prosperar, como suas várias culturas e sociedades demonstram claramente.

Outros acreditam ser totalmente independentes, na medida em que são suficientemente ricos para comprar tudo que precisam na forma de bens e serviços. Todavia, abaixo da superfície de sua autoconfiança, existe mentira, intenso medo e ansiedade. Essa é a separação: a solidão aparente de um indivíduo pequeno e insignificante num universo aparentemente indiferente e sem limites. É absolutamente natural, porque foi criado como um com Deus - que nunca poderia ser mudado - e, ainda assim, parece estar sozinho e isso porque simplesmente optou por negar sua verdadeira identidade como um todo, que é parte desse infinitamente maior de todos: Deus.

Esse estado de negação é mantido desde o momento em que escolheu experimentar a separação, a eras atrás e que agora parece absolutamente real.... Exceto que a humanidade está finalmente começando a reconhecer que a separação, a individualidade, a independência uns dos outros, é ilusória. Ao longo dessas eras e muitas vidas, associou-se com professores e sábios, que tentaram mostrar a realidade e, apesar de seus olhos permaneceram fechados, as sementes foram plantadas, germinando lentamente em sua mente coletiva. Essas sementes cresceram fortes e determinadas e agora estão florescendo na consciência da impossibilidade de separação de sua Fonte embora, para muitos, o que essa fonte possa ser ainda permaneça um mistério.

O sentido ou sentimento de sua unidade com sua Fonte está eternamente implantado dentro de cada um desde o momento de sua criação e é indestrutível, porque é parte da intenção criadora de Deus. Mas, por conceber e construir a ilusão em que parece que entrou, fechando-se e trancando a porta, tornou o livre-arbítrio sua escolha consciente para esquecer que a verdade divina permaneceria inconsciente, desde quando acreditou e apoiou a ilusão. Essa crença está se desfazendo, está se dissolvendo e você se tornando consciente da falta de sentido de negar a existência da Fonte de tudo o que existe.

Muitos dos que se esforçam e lutam nos campos da ciência, medicina e psicologia ainda estão tentando desesperadamente manter a ideia de que os seres humanos são apenas uma série de reações químicas interligadas, embora basicamente sem sentido, num ambiente físico formado aleatoriamente, embora em suas atitudes inflexíveis não possam suportar a grande e crescente quantidade de evidências em contrário.

Vocês são seres espirituais tendo uma experiência física muito limitada em corpos humanos - uma experiência em que uma vez esteve momentaneamente quase satisfeito e que agora, certamente não está. Como poderia satisfazer as crianças infinitamente poderosas de Deus, que sabiam, no fundo de si mesmas, que sabem que existe algo seriamente errado com as suas experiências de vida humana? Foi feito do amor para o amor e viver sentindo-se não amado, como é a experiência humana em geral, é pelo menos inquietante, embora realista e extremamente dolorosa.

Consequentemente, passam suas vidas buscando esse aspecto desaparecidos e mais importante de si mesmos. Praticamente não os admite, embora em vez buscar a aprovação dos outros, desenvolve e demonstra inúmeras competências e habilidades em tentativas desesperadas de valorizar-se perante a eles.

Não importa quanto seja bem sucedido nesses empreendimentos, eles não podem satisfazê-los e suas realizações eventualmente se transformam em cinzas, porque sua natureza verdadeira e eterna é o Amor, que nada pode substituir ou ficar sem ele, por tê-lo negado ou ocultado. Isso faz com que sintam enorme dor e angústia.

A boa notícia é que nunca estiveram sem Ele, pois estar sem sua essência divina é impossível e que os caminhos humanos que segue, foram cuidadosamente preparados para levá-lo para fora de sua negação, seu senso de desolação (negado e profundamente enterrado na maioria dos seres humanos) e despertá-lo do pesadelo que entrou com tanta esperança, mas ridículo por achar não necessitar de uma conexão permanente com Deus.

Criado como poderosos seres divinos, livres para usar seus poderes, assim como o prazer, foi relativamente fácil construir a ilusão. O problema é que fez um trabalho muito bom, de tal forma que agora tem uma grande dificuldade em perceber o seu significado.

Mesmo aqueles que fazem uma escolha consciente de estar cientes de que são seres espirituais, amados de Deus, tem que levar uma vida na ilusão até o momento de seu despertar inevitável. A vida procura constantemente distraí-lo de qualquer sentido de seu verdadeiro significado, sua identidade divina, chamando-o para baixo, na escuridão da separação onde parece que para estar seguro e vivo tem que ter uma luta interminável em um ambiente inóspito, onde não pode confiar em quase ninguém.

É muito desconfortável. Então esqueça ser autossuficiente e peça nossa ajuda aqui nos reinos espirituais a qualquer momento para superar seus medos, dúvidas e ansiedades, que teremos o maior prazer em correr imediatamente para ajudá-lo. Amamos a todos carinhosamente e queremos ajudá-los a despertar para a alegria eterna de estar totalmente acordado e completamente consciente em sua Divina Casa, onde na verdade sempre esteve.

Com muito amor,

Saul

http://stelalecocq.blogspot.com/2013/08/essa-e-separacao-solidao-aparente-de-um.html
Fonte: http://johnsmallman.wordpress.com/
Tradução: Cândido Pedro Jorge 
Fonte: Sementes das Estrelas

Extraído de: http://stelalecoqc.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®