OS SENTIMENTOS GERAM A REALIDADE


OS SENTIMENTOS GERAM A REALIDADE
Por Tom Sousa


Não há como transformar uma realidade se não houver antes uma mudança de sentimentos.

Muitos já disseram isso de mil outras formas.
Mas nem sempre outras formas são fáceis de entender.

Nossos sentimentos são o começo de tudo; jamais um reflexo ou uma resposta ao que vemos ao redor. Até porque o que vemos em volta nasceu de nosso modo de sentir.

Atraímos exclusivamente pela forma como entendemos e principalmente sentimos as coisas.

Criadores, se existe algum esforço que temos de fazer para que consigamos gerar realidades diferentes, mais saborosas e perfumadas, esse esforço é no sentido de quebrar a casca do caracol que nós mesmos criamos e dentro da qual nos enclausuramos.

Muitas, muitas vezes chegamos a pensar que não existe nada do lado de fora do caracol.
Alguns têm até mesmo medo de olhar o que há pra além da casca.

Há um Universo infinito de possibilidades do lado de fora.

Entendam a casca, o caracol, como uma forma contínua, constante de sentir.

Entendam o casca frágil que o “bichinho” carrega nas costas, como um sentimento do tipo:“Minha vida é o que é e vou levando ela do jeito que dá dentro de minhas possibilidades.” Isso vale pra caracois de jardim, jamais pra nós, Criadores.

Você já tentou se sentir? Você já deu prioridade total e absoluta pra aquilo que se passa dentro de você em termos de bem sentir? Você limita seu bem sentir aos limites de uma casca?

Na minha postagem anterior, citei alguma coisa sobre a cidade de Buenos Aires. Aquela capital tem algo interessante que serve de gancho para o que estamos falando aqui hoje: um dos sistemas de metrô subterrâneo mais antigos do mundo. A primeira linha foi inaugurada em 1913, há cem anos. Hoje são várias linhas interligadas. Você vai pra qualquer lugar da cidade circulando por baixo dela, fácil e rápido.

E você, estando nas ruas, em meio ao agito de uma grande metrópole, não consegue ver que há gente se movimentando com agilidade e rapidez por baixo do chão. Sabe que o sistema está disponível, está funcionando e está lá, mas não consegue ver. Olhando pro trânsito caótico nas ruas da cidade, acha impossível cruzá-la de uma ponta a outra em quinze minutos.

Acreditem ou não, aceitem ou não, achem possível ou não, suas emoções funcionam como um sistema de metrô perfeito, rápido e eficiente para levá-lo a qualquer destino que possa desejar, querer ou sonhar.

A QUALQUER DESTINO QUE POSSA DESEJAR E SENTIR! 

E sem cruzamentos, engarrafamentos, semáforos ou barreiras.
De forma livre, leve e solta.

Por gentileza, dê-se, presenteie-se por uns instantes que seja direcionar o foco de sua atenção emocional não para aquilo que se apresenta dentro da casca de um caracol. “Cascas de caracóis” são frágeis diante de um “martelo” ou da “sola de um sapato” de emoções direcionadas exclusivamente àquilo que nos causa prazer.

O que existe em volta de você é aquilo que você se permite sentir.

Permita-se tudo!
Permita-se vivenciar tudo!

Depois você exclui o que não era “tudo aquilo” e mantém o perfeito.

Por que não?

Ter em mãos tal poder assusta?
Usar seus “túneis” de acesso rápido assusta?

Extraído de: http://stelalecoqc.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®