PERGUNTA & RESPOSTA: POR QUE EU ADORMEÇO QUANDO MEDITO?


POR QUE EU ADORMEÇO QUANDO MEDITO?
ARTIGO DE JENNIFER HOFFMAN
29/05/13

Querida Jennifer: Eu tento tanto meditar e sempre que o faço, caio em um sono muito profundo. Quero fazer disso parte da minha jornada espiritual e estou tentando disciplinar-me para meditar todos os dias, mas não importa quando eu faça isso, alguns minutos após eu começar, eu não consigo manter meus olhos abertos. Então, quando eu desperto, algumas vezes, em uma hora ou mais tarde, me sinto mal, porque não sou capaz de fazer essa prática espiritual, que sinto que deveria fazer parte da minha vida cotidiana. Alguém mais experimenta isso?

Resposta de Jennifer: Esse é um problema muito comum, que muitos experimentam, especialmente quando começam uma prática meditativa. Treinamos nossas mentes para viajar a plena velocidade, a menos que estejamos dormindo, então, quando você tranquiliza a sua mente, automaticamente você adormece.

Com a prática, e ao tentar não fazer longas sessões de meditação, você deveria poder permanecer desperta durante a sua prática meditativa. Tente fazer sessões mais curtas e talvez espaçá-las durante o dia, para ver que período é melhor para o seu corpo. Ou você pode ter que encontrar um tipo de prática meditativa que funcione para você. Mas, isso é apenas uma das diversas questões com o recebimento de informações que pode estar contribuindo para a sua sonolência.

Se você começou a meditar em resposta a um chamado ou desejo interno, ou pediu ajuda em algum aspecto da sua vida, então, você está recebendo informações de que você necessita imediatamente, e a melhor maneira de efetuar esse nível de transferência é fechar sua mente consciente de modo completo. É por isso que você cai no sono.

É também possível que você não esteja prestando atenção à sua orientação ou sistemas de apoio, ou a sua intuição, assim, tão logo você faça isso, a sua mente consciente é tirada de cena de modo que tantas informações quanto possível possam ser transmitidas. Estar cansada, estressada ou preocupada também fará você dormir quando medita, porque você está sobrecarregada e precisa de descanso.

Também é possível que uma prática de meditação sentada, tranquila e imóvel não seja adequada para você. Se o processo a faz sentir-se desconfortável, após tentar algumas coisas, como fazer sessões mais curtas ou tentar em diferentes períodos do dia, ou você simplesmente não consegue permanecer desperta, então, deveria considerar um outro tipo de prática meditativa.

E, se você quer mais interação com as informações que recebe, tente um processo de meditação mais ativo, que é o que eu faço, em que você esteja se movimentando ou realizando atividades que não exijam sua atenção plena (as minhas favoritas são: limpar a casa, lavar a louça, cuidar do jardim ou caminhar).

Com essa espécie de prática meditativa, a sua mente é distraída de modo suave e você pode concentrar-se em uma questão, em um assunto, em uma intenção, ou simplesmente declarar que você está aberta para receber as informações acerca de um assunto ou tópico específico. Dessa forma, você pode tranquilizar a sua mente e ainda ouvir, mas você não vai cair no sono. Acho que esse tipo de meditação seja muito eficaz para receber insights e informações que eu perceba conscientemente e possa me recordar mais tarde.

Acima de tudo, não sinta que você esteja fazendo algo de modo errado ou que os outros possam fazê-lo e você não possa. Essa é uma prática muito pessoal e você terá que descobrir o que funciona para você e se adaptar às suas necessidades. Se você se pressionar para seguir um método de meditação que seja frustrante e desafiador, não será eficaz para você.

Não há um padrão para isso, é um processo pelo qual você se conecta com a sua orientação interior, então, explore algumas opções e encontre a que funcione para você. Uma vez que fizer isso, ela pode ser parte da sua prática cotidiana; por exemplo, uma caminhada de manhã cedo na natureza, ao nascer do sol, em que você faz a sua conexão interior, enquanto usufrui da beleza da natureza pode ser uma prática meditativa para você.

E, visto que você está obtendo exercício físico, bem como meditando, você estará fazendo duas coisas ao mesmo tempo, o que, eu creio, também a ajudaria a sentir que esteve fazendo o melhor e o mais eficiente uso do seu tempo.

Tradução de Ivete Brito- adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com
Site original: www.enlighteninglife.com

Extraído de: http://stelalecoqc.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®