JESUS - O MEDO APRISIONA, O AMOR LIBERTA


O MEDO APRISIONA, O AMOR LIBERTA
JESUS
Através de John Smallman
 07.06.2013


John: O Post de hoje tem um formato diferente.

Olá, aqui é John com a mensagem de Jesus para sexta-feira 07 de junho de 2013. Hoje, o formato é um pouco diferente. Estou incluindo minha conversa pessoal que de costume tenho antes da mensagem começar, pois me parece que, provavelmente, trata de questões de preocupação comuns a muitos de nós. Eu espero que ache útil.

Bom dia, querido Jesus. Muito obrigado pela mensagem que postei no nosso blog no início desta manhã. Às vezes, sinto-me um pouco nervoso, tenso e acho que é porque sinto que não deveria incomodar e o ter chamado, pois deve estar extremamente ocupado, atendendo a tantas almas amorosas que têm necessidade maior do que eu e que são muito mais dignas de chama-lo.

Na verdade, de algum modo, sinto que não tenho o direito de lhe falar, para chama-lo de você, mesmo quando nos disse que estaria sempre disponível e que desejaria que eu o chamasse de você. São sentimentos bobos, hábitos arraigados, aspectos que eu preciso me libertar. Então sinto que estou sendo arrogante ao chama-lo. Oh, bem! Então, querido Jesus, por favor, fale para mim, com o meu agradecimento antecipado.

Jesus:

Bom dia John, é sempre bom ouvir de você. Muitos sentem-se como você. É uma sensação profundamente enraizada que resulta da culpa coletiva sobre a sua escolha de separar-se do nosso Pai. Foi uma coisa insana ocorrida em um nível profundo, onde acha que a aparente rejeição Dele e de Seu amor por você é imperdoável.

No entanto, vocês são apenas crianças e crianças fazem coisas tolas à medida que evoluem para adultos e começam a aprender um pouco de sabedoria. Deus tem a compreensão completa disso e Sua única preocupação é para que voltem para casa como filhos pródigos – pois nenhum de vocês se separou de Deus. Esse sentimento de separação é uma ilusão da qual vão acordar muito em breve.

Sempre, quando se sentir indigno de me chamar, achando que é uma intromissão arrogante no meu espaço, basta lembrar que todos nós somos o AMOR!

O amor aceita tudo incondicionalmente e eu sempre gosto de ouvi-lo. Esteja irritado ou feliz, não faz diferença, é só me chamar e eu estarei aí com você, nunca será atendido por uma secretária eletrônica!

Eu te amo muito e nunca poderia ou teria com que ofender ou insultar-me.
Confie em mim e confie em si mesmo porque somos Um em nosso Pai, cujo Amor por nós é infinito.

Pare de tentar ser o melhor, de comparar-se.
Basta apenas se entregar nos braços do Amor.

John: Querido Jesus. Obrigado! Isso é intensamente tranquilizador e reconfortante. Porém eu e muitos outros ainda temos um grande problema com o BREVE! No entanto, obrigado por sua bondade e seu amor. Foi muito reconfortante para mim e me lembrarei disso. Por favor, ajude-me a ir mais fundo silenciosamente Quando sento para meditar, sou facilmente distraído.

Jesus: Claro, John, eu estou sempre ajudando.

Onde está a sua confiança?
Tudo está perfeitamente estabelecido por agora!
Vamos a uma nova mensagem, relaxe e deixe nossa conversa fluir.

O medo aprisiona, o Amor liberta.

Jesus: Vocês todos estão fazendo o seu caminho de forma constante e com determinação para o momento de seu Despertar e nada poderá desviá-lo do seu destino celestial. Você, é claro, já está em casa e logo a consciência desta verdade divina vai amanhecer com você. Seja alegre, otimista e feliz, porque a felicidade eterna de experimentar o amor infinito e eterno de Deus não poderá ser escondida de vocês pela ilusão por muito mais tempo.

Sua união com Deus, a Fonte de todo o ser, não pode mais ser negada, a negação quando fez a sua recusa em aceitar a verdade divina em sua consciência, em sua mente consciente para ser mantida e deixar o manto da escuridão disperso, espalhado e perdido para sempre da luz brilhante de seu novo estado de eterna consciência.

Foi como se todos estivessem à deriva em um vasto oceano de águas borbulhantes, dentro de pequenos vasos à prova de adulterações, cheio de água relativamente estagnada, isolado das águas, Num oceano circundante cheio de vida a envolve-lo. Você precisa estar imerso neste oceano para o seu bem-estar eterno, pois é o campo infinito do Amor de Deus, sempre refrescante e revitalizante para tudo nele imerso - porém optou por separar-se dele e da fonte sobre a qual é totalmente dependente.

A insanidade desta escolha foi reconhecida e coletivamente já invertida. Você está agora no processo de sair daqueles pequenos contentores para flutuar livre, sem limite ou restrição, dentro desse maravilhoso ambiente de vida e restauração, onde todas as suas necessidades estarão constantemente providas - copiosamente.

Todos seus sonhos e necessidades serão atendidos e providos em abundância por Deus, porque ele não deseja que você seja desprovido de nada. 

Na verdade, o conceito do quadro acima exposto é uma ideia irreal da qual você precisa se libertar, de modo que todo aspecto sem amor e outros aos quais você se apegou muito ferozmente o amarra na ilusão. O ato de agarrar ou segurar alguém ou alguma coisa, implica em estar em oposição ao Amor e sempre tem um custo, exigindo pagamento ou reembolso. O apego a qualquer coisa é falta de Amor! O amor é totalmente livre, ele flui livremente, acariciando tudo em seu caminho, oferecendo tudo e exigindo nada. 

O medo aprisiona, o Amor liberta.

A ilusão é irreal e ainda assim parece que você estando num ambiente no qual esteja seguro e protegido por planos e ações defensivas, aos quais possa identificar-se de forma tão intensa, tão inflexível com seus corpos vulneráveis ​​- veículos temporários quando fez a escolha para habitar, temporariamente - faz todo o sentido.

A necessidade de protegerem a si mesmos (ou seja, seus corpos) infunde o medo, que os seus egos incentivavam e que os levaram a segurar ou agarrarem-se à ideias ou coisas que acreditavam que podiam protegê-los de ferimentos, sofrimentos e até a morte.

O medo é uma doença, é irreal, como a ilusão.

Enquanto o envolve, ele o sufoca, fecha e bloqueia o canal através do qual a força vital - Amor - flui para e através de você. E, claro, o medo se apresenta em seus corpos como uma variedade de doenças – física, psicológica e emocional - que a sua volta, se manifesta no mundo como o conflito e a guerra. A doença drena seus corpos da energia vital, assim como em suas sociedades roubam recursos vitais.

Suas ciências produziram vários remédios e armas para "combater" a descendência do medo - as "guerras" contra o câncer, aids, drogas, o terrorismo e a pobreza - que são tão entusiasticamente oferecidas pela indústria farmacêutica e de defesa.

Medo e suportes mantém a ilusão, o Amor a dissolve.

A idade do Amor chegou, iniciando o processo de dissolução da ilusão. Sua ajuda neste processo é absolutamente essencial. Cada um de vocês é Amor - Porque foi do Amor que Deus os criou. E pela tentativa de separar-se da realidade, retirando-se na ilusão, negaram sua própria essência.

Sua tarefa agora é reconhecer e louvar esta Essência.

Então, como você faz isso? – Oferecendo sempre apenas o amor, independentemente da natureza de qualquer situação em que vocês se encontrem. 

O amor está cada vez mais abrangendo maior numero de vocês, que estão a oferecê-lo incondicionalmente e indiscriminadamente, dissolvendo a ilusão. A dissolução da ilusão é inevitável porque, coletivamente, a humanidade resolveu por esta escolha. Seu Pai quer que você desperte e seja eternamente feliz com Ele no céu. Esta é a sua vontade e porque todos vós sois Um com Ele, essa também é a vontade Dele, que não será negada.

Seu irmão amoroso, 
Jesus


Canal: John Smallman
Fonte: http://johnsmallman2.wordpress.com/
Tradução: Candido Pedro Jorge 
Fonte Semente das Estrelas

Extraído de: http://stelalecoqc.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®