A ESFINGE FALA: LIMPEZA DAS ENERGIAS - PARTE 2


A ESFINGE FALA: LIMPEZA DAS ENERGIAS - PARTE 2
ENERGIAS DUAIS
Por Petra Margolis
Em 18 de abril de 2013


Ao experimentar a realidade como humanos, vocês experimentam, ou, de fato, veem tudo, entendem tudo como energias duais.

Cada partícula de energia provém da mesma fonte e nesse ponto não é diferente de qualquer outra partícula de energia.

Ela muda no momento que você atribui um programa a cada partícula de energia.

Mas a experiência da dualidade é realizada através da mente, do processo de pensamento de cada ser.

Explicar a dualidade é algo muito difícil, pois sua realidade é baseada no fato de que certas ações são consideradas boas ações e outras são consideradas más ações.

Todos vocês usam este processo de bom e mau para darem-se diretrizes na vida.

E vocês não são os únicos: muitos seres por aí estão usando as mesmas diretrizes.

Em todos os momentos a dualidade é utilizada por cada pessoa, ela reconhecendo ou não isto.

A dualidade é entendida e explicada de muitos modos diferentes, pois a dualidade é experimentada no nível físico e no nível espiritual.

A dualidade, no nível básico, é: duas energias que são opostas uma a outra.

Vocês experimentarão isto em muitos níveis de seu ser, não importa qual o nível ou o quão alto é o nível do seu ser.

A dualidade é utilizada na maioria dos sistemas de crença, pois cada sistema utiliza o bom e o mau no nível básico e se expande a partir desses pontos de bom e mau para explicar o sistema de crença e as ações que devem ser tomadas a partir desse sistema de crença.

Se tomássemos o exemplo de unidade ou unicidade, alguém pode explicar porque é melhor do que não ser um, ou não estar em unidade?

Alguém pode explicar que não ser um ou não estar em unidade significa que vocês não podem ser compassivos, não podem ser amorosos?

Alguém pode explicar por que é melhor agir a partir do coração do que da mente?

Por que alguém é considerado ser mais amoroso se agir a partir do coração ao invés da mente?

Todas estas aparentemente são considerações lógicas, mas somente para a mente dual.

A dualidade não é experimentada somente na sua realidade exterior, mas também na sua realidade interior.

Se você fosse um interiormente, então não haveria necessidade de dizer: eu atuo a partir do coração, ou eu atuo a partir da mente; você estaria atuando em unicidade dentro de seu próprio ser, então não haveria separação entre o coração e a mente, eles não seriam vistos como duas partes diferentes.

Cada uma de suas ações é decidida baseada na dualidade, pois vocês usam o bem e o mau na realidade de dualidade.

De fato, há excesso de foco nos modos bons ou ruins de agir.

Deste modo, a dualidade está sempre presente, até no futuro.

Como se pareceria um mundo não dual?

Um mundo onde todas as pessoas agem de um modo compassivo e amoroso?

Isto ainda significaria que a realidade está baseada na dualidade, pois vocês dentro de cada momento estarão pensando de fato se cada pessoa está agindo o suficiente de um modo amoroso ou compassivo: ela poderia ser mais amorosa ou compassiva ou até, ela é amorosa ou compassiva demais?

Como cada alma continua a seguir seu próprio caminho, vocês sempre verão certas ações como boas ou más a partir do nível humano, não importa a que nível da alma elas foram decididas.

A partir de níveis superiores de seu ser isto mudará, pois vocês descobrem que os níveis superiores do seu ser não são tão afetados pelas energias duais em movimento.

Significando que a dualidade no nível básico é duas energias diferentes chocando-se uma na outra.

Nos níveis superiores do seu ser não se dão rótulos aos diferentes tipos de energia.

As energias somente são experimentadas como movimentos dentro ou ao redor de vocês.

Entretanto, na realidade humana e em muitas outras realidades que vocês e outros têm criado este não rotular as energias não é possível de muitas formas, pois esta realidade e muitas outras são baseadas num processo de aprendizagem que exige certos rótulos.

Os rótulos são necessários para lhes dar a compreensão de como as energias operam, como vocês podem usar as energias e como vocês podem, em um ponto, aprender a ir além para retornar para seu estado mais real de ser um interiormente.

Mas para ir além, será necessário que vocês liberem as ligações às energias rotuladas como boas ou más, liberem as ligações às ações rotuladas como boas ou más, liberem a ligação às reações rotuladas como boas ou más.

Pois é isto que lhes permite ir além da ligação à experiência da dualidade da Terra e retornar à unidade dentro de seu próprio ser.

Experimentar a unidade interior, agir a partir da unidade interior é o maior desafio que vocês se propuseram.

Mas também exige que vocês liberem a ligação à unidade interior.

Pois unidade é apenas um rótulo tanto quanto o não ser um.

Agora, por que isto se aplica à limpeza de energias?

Vocês vivem numa realidade de dualidade onde vocês programaram certas energias para serem negativas e certas energias para serem positivas.

Quando vocês começarem a limpar, provavelmente começarão com as energias programadas negativamente, mas, na verdade, vocês também têm que limpar as energias programadas positivamente para retornarem ao estado neutro.

Por isso é importante entender as energias duais e os efeitos das energias duais não somente no mundo fora de vocês, mas também no mundo dentro de vocês.

De uma fonte para outra
Petra Margolis

Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/
Respeite os créditos

Extraído de: htpp://blogsintese.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®