OS MAIAS E OS 144 MIL, UMA NOVA CRIAÇÃO


OS MAIAS E OS 144 MIL, UMA NOVA CRIAÇÃO
Por Petra Margolis
Em 03 de janeiro de 2013

É algo de que não se fala muito e nós temos ouvido o número 144 mil tantas vezes de modos diferentes.

De acordo com os Maias os 144 mil anos completaram um ciclo de criação, o calendário terminou este ciclo de criação na data de 21 de dezembro de 2012.

Então nós estamos começando um novo ciclo de criação, entretanto, isto não significa que a antiga criação desapareceu ou diminuiu de alguma forma.

Significa apenas que o que era da antiga criação que iniciou há 144 mil anos atrás agora pode ter um novo resultado.

Falamos sobre linhas temporais e como elas seguem determinada direção, têm determinado resultado e as linhas temporais antes de 21 de dezembro tinham certo resultado, pois nós criamos essas linhas com determinada visão, incluindo a visão daqueles que gostariam de ser os controladores e, de fato, de muitos modos tornaram-se os controladores.

Essas linhas temporais anteriores fazem parte de nós, de nossa história e entrelaçam-se a esta nova linha temporal ou linhas temporais, pois novamente há muitas opções de criação disponíveis.

É igual a estar na frente de uma porta, as linhas temporais do passado estão atrás de você, a porta é a conexão para o novo e no momento em que você abre a porta todas as opções estão disponíveis e você pode seguir em qualquer direção: há milhões de caminhos partindo dessa entrada. Qual deles escolher é sua própria decisão.

Pensar que todas as pessoas escolherão o mesmo caminho é um total desentendimento da natureza humana e, de fato, da natureza espiritual de cada ser.

Cada ser tem um caminho diferente e às vezes esse caminho cruza com o caminho de outros, às vezes eles seguem para direções completamente diferentes.

Pode haver um tema principal para todos esses caminhos de um modo que ainda permita que cada ser realize seu caminho humano e espiritual, mas nós não podemos controlar cada caminho.

O tema principal desta vez é cada um e todos os seres terem acesso à sua própria orientação espiritual, seu acesso aos reinos espirituais, para que tenham mais facilidade enquanto seguem seu propósito humano e o de sua alma.

Mas cada caminho continua sendo um caminho pessoal.

E cabe a cada pessoa seguir esse caminho, se ela quiser segui-lo.

A Terra passou pela transição, o ser que era a Terra ascendeu e agora a Terra está cheia de uma nova energia, uma energia que apoia uma nova frequência dimensional que permite um maior acesso às realidades espirituais.

E não somente a Terra, o nosso universo inteiro foi atualizado e levará algum tempo para nós nos adaptarmos, pois agora nós estamos experimentando nossas próprias energias e as energias ao nosso redor de um modo diferente.

É como mudar de um ambiente gelado para um ambiente quente, leva algum tempo para o corpo físico se ajustar ao calor dos arredores.

Quanto tempo vai levar depende de cada pessoa, pois cada pessoa tem ajustes diferentes para fazer dependendo de como ela se preparou para o ambiente quente.

Alguns simplesmente entrarão nele, outros se prepararam e já começaram a ajustar seus corpos ao calor antes de mudar e não precisam de muitos ajustes, e claro, todos os estágios intermediários.

Também depende de quanta bagagem eles levam com eles, alguns manterão o passado e pensarão que é muito difícil se adaptar a esse calor, eles dirão que gostavam mais do frio, e outros dirão que adoram esse calor e não querem voltar ao frio.

Não é um conto de fadas em que todos simplesmente despertam de um sono de mil anos, ou a duração do sono deles.

Esta transição inteira significa que nós mudamos e fomos capazes de mudar a Terra para uma frequência mais alta.

Nós também conseguimos interromper o ciclo antigo e mudar para um novo ciclo.

Como este novo ciclo irá se desenrolar ainda iremos ver.

Há humanos demais na Terra esperando uma mudança dentro de um momento de transições como as que temos passado.

Especialmente visto que todo humano tem seu próprio caminho ainda por seguir.

Todos nós escolhemos estar aqui nesta época para aproveitar as novas energias em nosso caminho.

Mas nós não podemos decidir esse caminho para cada humano, pois ele já decidiu seu próprio caminho muito antes de esta transição acontecer.

Voltemos na história para os tempos das grandes civilizações, como os Maias, por exemplo.

Eles saibam que isto estava vindo.

Mas quantos deles conseguiram realmente ver através de tudo o que estava acontecendo nos reinos espirituais para entender o que estava acontecendo?

Em praticamente todas as civilizações existiram épocas de grande acesso aos reinos espirituais, mas somente pequenos grupos conseguiram alcançá-los e eles não conseguiram se aproveitá-los, pois nós podemos ver que todas essas grandes civilizações desapareceram com o passar do tempo e isso é repetitivo.

Eles nos deixaram a mensagem pelo Calendário Maia, nos deixaram mensagens pelas pirâmides e muitos outros monumentos e escrituras.

Essas mensagens contêm avisos, mas elas também tinham a intenção de nos orientar em como eles tentaram se conectar e se manter conectados.

Eles nos deixaram isto para que nós pudéssemos fazer um trabalho melhor neste novo ciclo de criação.

Neste momento vemos muito mais pessoas despertando para as realidades espirituais e parece que é nesta direção que orientaremos esta nova criação.

Mas ainda pensar que esta criação já está em curso e tem determinado resultado é uma ilusão que foi criada por muitos que parecem ver tudo cor-de-rosa no caminho, tentando evitar ver as reais cores desta realidade e do fato de que estamos em um novo ponto de criação, onde o trabalho apenas está começando.

De uma fonte para outra
Petra Margolis

Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/
Respeite os créditos

Extraído de: http://blogsintese.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®