A RESPIRAÇÃO CONSCIENTE E A RESPIRAÇÃO CRIATIVA



 
A RESPIRAÇÃO CONSCIENTE  
E A RESPIRAÇÃO CRIATIVA
Por Graziella Davanso​​
Criadora e Facilitadora da Respiração Criativa
http://www.grazielladavanso.com


A Respiração Criativa é a Expressão de Vida em sua múltiplas e criativas formas de se expressar, de se manifestar nas experiências do Ser Humano Integral, em seu caminho único. A Respiração Criativa é sempre um convite para o encontro com a natureza original e autêntica, e com o fluxo criativo em cada ser.

Há várias maneiras de se conectar com isso. Nas Facilitações utilizo vários recursos, todos naturais e muito acessíveis. E um dos recursos mais utilizados é o contato com a Respiração Consciente.​

Ah, a respiração! Ela é um dos principais motores da vida, e um motor que já vem com o combustível necessário para funcionar, e o melhor, de forma tão natural e acessível. Muitas são as técnicas de respiração, a maioria delas vindas da prática milenar do Yoga.

Porém, a Respiração Consciente na Respiração Criativa é muito, muito simples. Ela é o pulsar da vida na intimidade da relação que qualquer pessoa pode estabelecer consigo mesma, e não exige conhecimento técnico, não é algo que vem de fora, mas a escolha por estar presente consigo mesmo, consciente, permitindo o fluxo natural da vida que está acontecendo o tempo todo.

A Respiração Pulmonar é o nosso primeiro ato ao nascer. O ato de quem sai de um espaço fechado e aquecido para um mundo aberto e cheio de experiências, desafios e possibilidades. É como emergir após um longo mergulho no fundo do mar e colocar a cabeça para fora d'água. Não há memórias racionais, mas há memórias de sensações desta experiência que é respirar, há memórias instintivas e intuitivas, pleno de potenciais.

Quantas vezes durante a vida temos que emergir e sair para as experiências e desafios do dia a dia? Muitas e muitas vezes. E então, o que geralmente fazemos intuitivamente? Respiramos fundo e damos os primeiros passos.

No ventre materno também respirávamos, porém, era um outro jeito de respirar, era respirar como peixe, isso mesmo, como um peixe, mergulhados em todo o líquido amniótico protetor. E quando nascemos, precisamos respirar o ar para sobreviver, e isso acontece naturalmente, de forma muito instintiva.

Respirar é um ato involuntário, um movimento automático. Mas respirar também pode ser um ato voluntário, pode ser alterado através da escolha consciente. E por que fazer isso?

Bem, respirar conscientemente pode trazer benefícios fantásticos para a saúde e o equilíbrio integral. A Respiração Consciente é a escolha por aproveitar todos os seus potenciais de vida, colocando-os a nosso favor. E é algo que pode ser feito de forma muito simples.

Basta trazer a atenção para a respiração, talvez parar por alguns minutos tudo que estiver fazendo, sentar-se ou deitar-se de forma relaxada, de olhos abertos ou fechados, ou mesmo andando, e de forma tranquila trazer a atenção para a respiração, apenas observando o que está acontecendo sem julgamentos, percebendo os movimentos que o corpo faz ao respirar, o movimento do peito, da barriga, perceber como é o ar que entra e como é o ar que sai dos pulmões, perceber como o corpo reage simplesmente ao trazer atenção para a respiração.

A Respiração Consciente pode ser utilizada em qualquer situação, em qualquer condição, como por exemplo, a pessoa pode estar tensa, ansiosa, preocupada com alguma coisa, indisposta, com algum problema de saúde, etc, não importa qual a situação ou condição, ela pode simplesmente trazer a atenção para sua respiração, dar-se um tempo sem compromisso de resolver qualquer coisa, apenas e tão somente respirando com presença e consciência.

Se a pessoa sente necessidade de alguma técnica, essa a seguir é muito simples e muito efetiva: enquanto a pessoa traz a atenção para a sua respiração, ela pode contar quantos segundos leva para inspirar (encher os pulmões), e quantos segundo leva para expirar (esvaziar os pulmões).

Por exemplo, vamos imaginar que a pessoa esteja inspirando em 3 segundos e expirando em 3 segundos. Então, aos poucos, ela pode ir acrescentando segundo em cada ciclo de inspiração e expiração, até sentir que a sua respiração está longa e profunda e sem forçar, respeitado os limites, e permitindo apenas que isso seja agradável, e então, quando perceber que chegou num ritmo bom, ela pode simplesmente parar de contar e apenas permitir o fluxo bom e em profundidade, apenas respirando e relaxando.

Quanto mais profundo, maior tranquilidade e relaxamento.

Isso pode ser feito a qualquer hora, em qualquer lugar, como por exemplo, quando a pessoa acorda, naqueles minutinhos antes de levantar da cama, ou quando ela se deita para dormir (excelente para ajudar a dormir com mais profundidade e calma), ou naqueles intervalos durante o dia de trabalho, enfim. Em contato com a natureza então, é muito, muito agradável.

Basta estar disposto a se dar esses pequenos momentos de auto-cuidado e bem estar consigo mesmo, algo essencial nos dias atuais. Ter um tempinho para se equilibrar, para abastecer-se de bem estar, para relaxar, e depois voltar para as atividades diárias, certamente com muito mais disposição, muito mais saúde e equilíbrio.

Os potenciais da respiração estão sempre bem acessíveis, e o corpo é dotado de sabedoria para encontrar equilíbrio, e faz isso o tempo todo sem que estejamos conscientes disso. Quando fazemos isso conscientemente, toda essa sabedoria atua com muito mais potência.

Por que não colocar isso tudo a nosso favor, a favor da vida?!!!

Graziella Davanso​​
http://www.grazielladavanso.com


Extraído de: http://stelalecowc.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®