VIVENDO ENTRE DOIS MUNDOS

Vivendo entre dois Mundos
 por Luci de Carvalho

A vida é tão simples que conseguimos complicá-la.

Inventamos o dinheiro e criamos a corrupção, a pobreza e a violência.

Inventamos a tecnologia e criamos o consumismo.
Inventamos a competitividade e criamos a ansiedade.
Inventamos os alimentos industrializados e criamos as doenças.
Inventamos o entretenimento e criamos pessoas alienadas.
Inventamos conceitos e criamos preconceitos.
Nós inventamos a destruição e criamos o caos.

Há alguns anos atrás tive o pensamento de viver de uma maneira diferente, onde todos pudessem usufruir dos mesmos benefícios.

No dia 1 de janeiro de 2012 assisti Nosso Lar e fiquei com uma forte sensação de já ter experimentando aquele sistema harmonioso de trabalho.

Sábado, 23 de junho à noite estava com a mente inquieta. Então, peguei o caderno e os pensamentos começaram a aflorar.

Comecei a criar um Mundo onde não existe consumismo, sistema financeiro/econômico, concorrência, classe social......

Como a extensão territorial é grande, cada estado terá o seu Centro de Créditos. Eles são responsáveis pelas áreas da Saúde, Educação, Transporte e Moradia. Esses serviços são essenciais para uma vida digna e todos tem acesso.

O profissional recebe créditos de acordo com as atribuições, mas independente da função exercida os créditos não são inferiores ao necessário e nem superiores para uma vida com exageros e desperdícios. 

Exceto as crianças que estão nas escolas, todos tem uma ocupação e recebem créditos. O trabalho deixou de ser um fardo e tornou-se uma ação para o bem da coletividade. Independente da função todos somos importantes e devidamente reconhecidos.

Com este sistema de créditos há conscientização na qualidade e importância da produção e consumo. 

Respeitamos a Mãe Gaia e plantamos somente o que é necessário. Voltamos ao sistema de plantio das estações e não fazemos mais o uso de agrotóxico. 

Com isso diminuímos a emissão de gases tóxicos e qualquer tipo de resíduos e lixo.

Vivendo entre dois Mundos significa que consigo enxergar e sentir a existência de viver em harmonia e ao mesmo tempo vejo lideres mundiais se debatendo em encontrar uma solução para a crise econômica. 

Mesmo estando aqui e ainda fazendo parte desse sistema a sensação é de deslocamento.

Realmente não se trata de certo ou errado e sim de ver com o coração e não com a razão.
Somente enxergando com o coração é que consegui me libertar e sentir que tudo realmente é ilusão e podemos sim criar uma nova realidade. É tão simples, fácil e sem complexidades.

Luci.

Texto gentilmente cedido para publicação neste blog pela autora.
Por favor, ao divulgar, respeite os créditos.

Amor e Luz,
Eu Sou Andréia

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®