MYTRE E MYTRIA: NASCIMENTO


NASCIMENTO
Por Suzanne Lie PhD 
Em 24 de junho de 2012


(continuação da mensagem "Fazendo o Trabalho")


MYTRE FALA:

Fiquei muito feliz quando Mytria concordou voltar à Vila para ter nosso bebê no Templo. Desde a minha "Busca da Visão" tive mais visões que eu podia pacificamente conter. Eu sabia que tínhamos de voltar à Vila por causa do bebê, mas eu também sabia que tínhamos de voltar à Vila porque alguma coisa estava muito errada.
Fiz um carrinho para nossos "suprimentos", mas eu sabia que ele seria para Mytria.
Se ela andasse demais, ela teria as dores novamente, então eu a fiz viajar no carrinho, que eu puxava.

Ela não estava contente por eu carregar todas as nossas coisas e puxar o carrinho. Porém, quando eu a lembrava de que estava carregando a carga preciosa de nossa filha, ela parava de reclamar.
Quando chegamos à colina acima de nossa Vila, vimos que o pior dos meus medos estava correto.
O Campo de Força ao redor da Vila estava acionado, o que somente podia significar que nossa posição fora descoberta e nós estávamos sob ataque.
Eu percebi então que não estaria por perto para o nascimento de nossa filha, pois estaria ocupado demais protegendo o lar dela.

Mytria e eu olhamos um para o outro com grande pesar. As palavras eram desnecessárias. Nós dois reconhecemos que deveríamos nos separar e que o retorno à nossa maravilhosa casa seria adiado indefinidamente.
Mytria estava determinada a entrar andando na Vila e eu concordei. Eu queria senti-la ao meu lado, pois eu não sabia quando a encontraria novamente.
Imediatamente antes de entrar no Campo de Força, Mitrya, o bebê e eu nos abraçamos por um longo momento.
Nossos corações e mentes tornaram-se UM, enquanto juramos que nós três estaríamos sempre juntos em nossa consciência.

Assim que entrei o código do Campo de Força e nós entramos, sabíamos que nossas vidas seriam alteradas para sempre.
A Vila estava um caos completo com as pessoas correndo de cá para lá de uma maneira meio organizada. O medo no ar era tangível.
Antes que pudéssemos entender a situação, as dores do parto começaram e meu Comandante apareceu do nada.

"Mytre, onde esteve? Não conseguimos contatá-lo e precisamos de você para pilotar uma numa Missão AGORA!"

"Preciso levar minha companheira para o Templo, ela está dando à luz nosso filho."

"Não! Você deve vir agora", ele disse enquanto ordenava a um dos Protetores para levar Mytria ao Templo.

"Vá, meu amor", Mytria disse corajosamente, com lágrimas em seus olhos.
"Nós ficaremos bem. Nossa filha está chegando agora."

Meu Comandante literalmente me puxou pelo braço enquanto Mytria era colocada no carrinho e levada para o Templo.
O que restava de nossa vida conjunta ficou esquecido no chão.
Somente demos nosso abraço final para nos lembrarmos do que havíamos vivido juntos.

MYTRIA FALA:

É claro que nós dois, Mytre e eu, sabíamos que alguma coisa terrível estava acontecendo na Vila, mas escolhemos não falar sobre isso.
Até me perguntei se minhas dores não foram um aviso de algum tipo.
Agora sei que elas não eram dores de parto.
Perguntei-me se elas não eram uma mensagem de nossa filha.
Nós dois, Mytre e eu, sabíamos que ela seria muito especial, pois nós frequentemente a visitávamos juntos em nossos sonhos.
Ela nos contou que estava vindo para preparar nosso povo para um evento auspicioso.

Nós sabíamos que ela estava correta, pois sempre víamos em nossos sonhos o Elohim Alcyone com ela.
Nós não sabíamos se nós, nossa filha e eu, voltaríamos a ver Mytre.
Ele era um guerreiro e estava indo para a batalha.
Eu sabia disso, na verdade, eu soube deste fato praticamente quando voltamos à nossa casa após a Busca da Visão dele.
Eu afastava isto de minha mente milhares de vezes, mas sempre voltava para me lembrar de apreciar todos os momentos de nosso AGORA.
Falei várias vezes com a Mãe, pedindo egoisticamente para que nossas vidas pudessem continuar como elas estavam.

Ela sempre dizia: "Coragem, minha UNA. Você está para ser uma Sacerdotisa e sua filha tem um grande destino".
Isso era tudo que Ela dizia. Eu chamava de novo e de novo até que finalmente cansei de minha fraqueza e aceitei que a Mãe estava certa.
Foi então que comecei a viver no fluxo do AGORA. Eu não entendia exatamente o que aconteceria, mas eu sabia que aconteceria em breve.

Então, determinei-me a AMAR Incondicionalmente todos os momentos que compartilhássemos.
Assim que me entreguei a esta decisão, eu percebi que tinha desperdiçado tempo precioso preocupando-me e determinei-me a agradecer por todos os momentos que compartilhássemos dali em diante.
Mas então as dores começaram e eu sabia que nossa filha estava me dizendo que, em breve, nós teríamos de deixar nossa querida casa.

Quando chegamos às escadas do Templo, levantei-me do carrinho. Eu subiria as escadas com a cabeça erguida.
Jador, o Protetor, delicadamente me apoiava.
Assim que ele me tocou, eu soube que ele era um daqueles com quem encontrei no Coração da Mãe.
Nós iríamos nos reunir agora, por qual propósito eu não tinha certeza.
Assim que cruzamos a porta do Templo, eu vi outro membro de nosso grupo.
Seu nome era Sirena.
Ela e Jador iriam ser meus amigos mais íntimos durante nossa transformação iminente.

"Estávamos esperando por você. Alycia, sua filha, nos disse que ela estava pronta para nascer".
Nenhum de nós questionou essa informação.
Eu imediatamente confiei em Sirena e me entreguei aos cuidados dela.
Ela me levou para a Sala de Espera de Parto.
A sala estava lindamente preparada com tecido violeta em todas as paredes. Havia velas, incenso e música suave. E o mais importante: a sala era cheia de amor.

"Preparamos esta sala de acordo com as especificações de Alycia. E como ela foi específica. Todos nós nos sentimos honrados por estar entre aqueles que assistirão seu nascimento".
Sirena não disse mais nada.

Ela me conduziu para minha cadeira de parto e começou a limpar meu corpo com uma mistura de ervas e água pura. Ela escovou meus cabelos e os tirou de rosto. Retirou minhas roupas antigas e me envolveu com um tecido mais leve do que o ar.
Este procedimento imediatamente me colocou em um transe profundo no qual eu tive a mais incrível experiência, que eu tentarei explicar.

Quando entrei no transe profundo, encontrei-me novamente no Coração da Mãe. Na minha frente estava o Elohim Alcyone.

"Eu criei uma forma para eu poder participar melhor da ascensão do seu povo", Ela falou diretamente em meu coração.

"Porque você e Mytre, que são Complementos Divinos, conseguiram ambos passar por suas iniciações. Suas frequências combinadas eram altas o suficiente para eu implantar a semente de minha forma em seu corpo. É claro que Mytre foi vital para este implante. Foi o profundo amor responsável contido no fluido dele que permitiu que essa semente germinasse. Além do mais, porque vocês dois estavam tão ligados com minha terra, eu consegui proteger o bebê desenvolvendo-se dentro de seu corpo. Agora, estou aqui novamente para assisti-la com o nascimento."

Tudo de que posso me lembrar é que senti uma liberação lenta e gradual do que eu tinha tenazmente protegido durante toda a minha gravidez.
Estar envolta por minha cor violeta, tanto na minha visão interior como exterior, criou uma profunda calma e os sons, aromas e as velas cintilantes permitiram-me permanecer em completa entrega.
Repentinamente a liberação estava concluída, porém minha jornada continuava, mas desta vez com Alycia.

Juntas, como uma essência, nós nos encontrávamos com Mytre quando nós três subíamos para uma realidade em que havia paz total, amor incondicional e luz multidimensional.
Ao visualizarmos este mundo, nós percebíamos que ele era muito familiar.
Sim, era esse mesmo mundo que agora estávamos lutando para manter. Porém, não havia luta, medo, guerra ou separação nele.
Todos nós tínhamos uma Essência Primordial, mas ela visivelmente fluía para a Essência Primordial de todos e de tudo.
Na verdade, não havia "coisas", pois todas as formas tinham sua própria centelha de vida e assinatura de frequência.

Enquanto nós três, reunidos em uma forte união, flutuávamos por esse mundo, nós percebíamos que estávamos em uma realidade possível.
Nós também nos lembrávamos de que tínhamos prometido aterrar esta realidade no corpo de nosso novo lar planetário.
Na verdade, todos nós que estivemos no Coração da Mãe tínhamos feito essa promessa antes de nascermos.
Agora, nós fomos convocados a lembrar de tudo que prometemos fazer.

Mytre e eu percebemos que nossas Missões separariam nossas formas, mas jamais nossos corações.
Eu iria proteger e assistir na criação de Alycia, que também seria criada pelos Sacerdotes e Sacerdotisas de nosso Templo.
O tempo estava passando muito rápido agora e Mãe Alcyone precisava de nossa assistência, tal qual nós precisávamos da assistência d'Ela.
Meu amado Mytre poderia ou não voltar na forma em que eu o havia conhecido.
Entretanto, em breve, nós não estaríamos limitados a essas formas, então qualquer perda seria temporária.
Eu tentava me lembrar desse fato durante as longas noites escuras em minha cama vazia.

Felizmente, voltei de minha visão para encontrar Alycia em meus braços.

Como posso descrever a agonia de perder meu Complemento Divino e o êxtase do nascimento do fruto de nosso grande amor no mesmo dia?
Felizmente foi a intensa oposição entre estas duas emoções de profunda tristeza e de alegria abundante que me forçou a encontrar uma posição para viver entre estes dois extremos.
Com cada respiração minha eu mantinha Mytre dentro de meu coração e o protegia com todos os meus pensamentos.
Muitos dos nossos sistemas de comunicação estavam desativados ou restritos. Portanto, eu não pude ouvir qualquer palavra dele por, como vocês mediriam, anos.

Eram somente as nossas reuniões em nosso mundo onírico e a felicidade de criar Alycia que me faziam continuar.
Eu sabia que a contribuição de Mytre à ascensão de nosso povo, como também da realidade em que vivíamos, era grande.
Eu estava extremamente orgulhosa dele, mas eu ainda sentia falta dele constantemente. Na verdade, eu sentia falta de NÓS!

Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com/
Tradução para os Blogs SINTESE e DE CORAÇÃO A CORAÇÃO:
Selene - sintesis@ajato.com.br
http://blogsintese.blogspot.com/
http://stelalecocq.blogspot.com/
Respeite os Créditos

Extraído de: http://blogsintese.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®