DIÁRIO NA NOVA TERRA - PARTE 3


DIÁRIO NA NOVA TERRA - PARTE 3 
Por Suzanne Lie PhD 
Em 13 de junho de 2012


Minha Entrada no AGORA

Eu/nós estamos em nosso jardim pensando em outro jardim que estamos vendo em Vênus. Estamos pensando nos jardins flutuantes pentadimensionais que cercam o Templo Violeta Venusiano. É um pensamento de lembrança igual a "apenas uma imaginação de criança" e que AGORA é uma lembrança de uma realidade pentadimensional que, não importa o que, permanece viva em nossa consciência. Não importa o que, certas lembranças nos protegem de esquecermos.

Essas memórias inesquecíveis, essas fantasias infantis, mantêm vivo o componente de nosso EU que nós estamos sempre nos lembrando. Ao permitirmos que essas lembranças povoem nossa maravilhosa imaginação, sentimentos de paz, calma, alegria e expectativa preenchem nossa consciência. A expectativa é a nossa melhor amiga agora. Nós estamos nos permitindo esperar pelo inesperado e isto é sentido como esperançoso e positivo.

Já que as lembranças normalmente se encadeiam como pérolas em um colar, as lembranças dos jardins flutuantes ao redor do Templo Violeta criam uma coceira no nosso Terceiro Olho. Por que esta lembrança em particular resiste ao nosso reconhecimento? Nós estamos nos entregando a essa coceira porque estamos nos lembrando de como respostas dimensionalmente mais altas são reveladas pela nossa entrega à pergunta. Sim, agora estamos nos lembrando de como nos lançamos no desconhecido com total confiança, igual a uma criança pequena que pula de uma cadeira alta nos braços de seu pai amoroso. Nós podemos sentir esses braços amorosos prontos para nos pegar ao liberarmos qualquer bloqueio para nossa total percepção da realidade que escolhemos experimentar. Nós estamos escolhendo participar da lembrança que está fazendo cócegas em nosso Terceiro Olho e aquecendo nosso Coração Superior. Ah, sim, aí está ela. Nós não podemos perceber esta realidade/lembrança, mas podemos senti-la enquanto ela flui de nosso coração para nossa mente.

Sim! É a lembrança da segurança absoluta! Não é de se estranhar que a visão de uma criança inocente está abrindo esta lembrança. Ela é a lembrança da inocência total e confiança absoluta. Devemos fechar nossos olhos e desacelerar nossa respiração para captar esta lembrança dentro dos mecanismos de nossa forma física. Na verdade, captar esta lembrança de inocência total e confiança absoluta nos impulsiona para além dos limites de nosso vaso terreno para nossas expressões superiores do EU.

Onde nós estamos agora? Por quê? Nós estamos em todos os lugares e somos todos. A Unidade Completa cerca nossa consciência e nossa forma hesitante está explorando a fusão profunda de inúmeras correntes de vida de várias cores e tons. Nós estamos flutuando e fluindo em um Mar Cósmico de forma potencial e possibilidade infinita. Qual forma nós estamos escolhendo? Qual possibilidade nós estamos cumprindo?

"Nova Terra", nós ouvimos um chamado interior. Em nossa inocência, nós sabemos que esta escolha cabe a nós. Em nossa confiança, nós fluímos com as cores e os tons enquanto eles nos impulsionam para o nosso EU. "Mas nós não sabemos como chegar lá", nós ouvimos o distante chamado de nosso ego em dúvida. "Nós amamos você incondicionalmente", nós dizemos àquele que já consideramos ser nós mesmos. 

Estamos lembrando AGORA. Estamos nos lembrando de uma realidade baseada em amor, unidade, cooperação, confiança e segurança. Estamos permitindo que nos cheguem mensagens provindas de componentes do nosso Ser que já foram altos demais, grandes demais, poderosos demais e até amorosos demais para serem nossos. Como nós estamos preenchendo nossa consciência com esses componentes de nosso verdadeiro Estado de Ser, nós estamos reconhecendo como nossas vidas estão mudando. Estamos tendo experiências que já foram "impossíveis" e estamos descobrindo que outros estão passando por ocorrências similares.

Estamos perdendo conexão com nossas necessidades pessoais, riqueza, fama e reconhecimento. Estamos nos lembrando da alegria, da calma, da confiança e da segurança enquanto nos movemos pelos resquícios de nosso mundo tridimensional. Estamos descobrindo que alguns estão assustados e estamos nos lembrando de entender o medo deles, enquanto estamos lhes enviando amor e compaixão. Não estamos mais preocupados se somos "diferentes" dos "outros". Não nos importamos mais se "eles" descobrem quem nós realmente somos.

Nós estamos ocupados demais em descobrirmos quem nós mesmos “realmente somos". Nós estamos mais e mais nos lembrando de nossa Missão, nossa contribuição pessoal à importante transmutação de nossa realidade. Nós estamos liberando com facilidade aquilo que não mais serve ao nosso propósito maior e encontrando pessoas com quem estamos nos conectando de uma maneira multidimensional.

Além disso, estamos deixando os relacionamentos desprovidos de amor e conectando com nossos Complementos Divinos. Às vezes nossos Complementos Divinos estão compartilhando nossa experiência física e às vezes eles são convocados para servir em um lugar ou dimensão diferente. Somos pacientes com as decisões que tomamos antes de nossa encarnação, pois estamos nos lembrando de que essa total unidade com nosso Complemento é encontrada em nossa consciência compartilhada. 

Nós estamos nos reunindo em grupos para curar Gaia e para Lhe agradecer pelo lar que Ela nos proporciona. As decisões de respeitar a nossa Terra são tomadas diariamente a níveis pessoal, nacional e internacional. Nós estamos nos unificando como Pessoa e Planeta para realizar a possível realidade que NÓS, os Membros Unidos da Terra, estamos escolhendo criar.

Nós estamos indo para Casa, e a Casa é onde nós sempre estivemos!

Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com.br/ 
Tradução: SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/ 
Respeite os créditos


Extraído de: http://blogsintese.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®