OS MÚLTIPLOS ASPECTOS DA ORAÇÃO - PARTE 4

William LePar e O Conselho
16 de junho de 2011

Aqui a fonte espiritual de William LePar, O Conselho, fala sobre curas milagrosas.

A primeira pergunta é referente a um incidente da vida de Jesus.

Interlocutor: A mulher que tinha o fluxo de sangue por tantos anos, e tinha uma crença muito forte de que se tocasse o manto de Jesus seria curada, e de acordo com o que nos é dito, quando ela tocou Suas vestes, Ele sentiu a energia fluir dele e ela foi curada.

Eu tenho alguns problemas porque ela acreditava tão fortemente e foi curada, e ainda que eu entenda e acompanhe, o que vocês têm a nos dizer?

O Conselho: Bem, quando os indivíduos trouxerem a sua consciência até a qualidade que Jesus Cristo tinha, essas coisas serão muito comuns.

Mas isso não significa que curas instantâneas não podem acontecer agora ou que não acontecem.

Aí você está falando de uma situação dinâmica que surge para um propósito muito além da cura de apenas um indivíduo.

Agora, é verdade que cada um de vocês pode reunir tanto poder, mas o que realmente iriam aprender com tais atividades?

A princípio ficariam surpreendidos, espantados e, possivelmente, iriam além desse ponto e tornar–se-iam mais conscientes do que está, de fato, em processo.

Na maioria dos casos, iriam da surpresa e espanto ao tédio em tais atividades comuns, ou então tornar-se-iam tão envolvidos na dinâmica da situação, ou no fenômeno em si, que entrariam em uma viagem do ego muito perigosa.

Poderiam até mesmo ir ao ponto de se envolver com o egoísmo espiritual, que é uma armadilha extremamente perigosa.

É muito melhor para o indivíduo médio passar por uma cura gradual do que ser parte de uma cura milagrosa, porque há tempo para digerir as atividades envolvidas em um ritmo mais lento de cura ou uma cura mais normal.

Novamente, isto não quer dizer que vocês não devem esperar uma cura milagrosa ou um evento dinâmico.

Isso é parte do seu direito e parte da sua obrigação, mas porque ela não vem vocês não devem perder a fé.

Será que isso responde à pergunta?

Interlocutor: Sim, obrigado.

O Conselho: Lembre-se, curas instantâneas são sinais para abrir os olhos que estão fechados.

Uma vez que os olhos são abertos, então o verdadeiro trabalho deve começar.

Demasiadas vezes, entretanto, os olhos são simplesmente fechados de novo, e nunca terão a oportunidade de se abrir novamente.

Verdadeiras curas milagrosas, agora nós estamos falando da verdadeira cura milagrosa, não algum truque de exibicionismo que muitas vezes é feito, ou alguma histeria temporária, mas nós estamos falando sobre a cura completa que pode ser realmente documentada.

É simplesmente isso, um indivíduo contraiu uma doença, por qualquer motivo, e determinou que em um momento particular e de um modo particular a doença irá embora, mesmo que ela não vá de acordo com o que o homem pense serem as leis naturais para ela ir.

Você entendeu?

Interlocutor: Sim.

O Conselho: Pode-se, e novamente, pode-se na meia-idade, no meio de uma doença, vivenciar uma verdadeira cura milagrosa.

Isso aconteceu de forma inesperada? Isso é algo que aconteceu apenas naquela hora?

Não, não, não. A vida, sua vida, não é uma questão de chance. Não acontece por acaso. Era para acontecer por seu próprio projeto pessoal e escolha.

Isso responde a pergunta?

Interlocutor: Sim. Sinto muito. Tudo que vocês dizem hoje me desperta mais perguntas.

O Conselho: Muito bem. Temos todo o tempo da eternidade. Esse é o propósito destes encontros. Responder perguntas.

Interlocutor: Se você está dizendo que curas milagrosas acontecem e que são pré-determinadas por nosso plano, mais ou menos, que não é um acidente, que nosso plano poderia ser jamais termos alguma doença terrível e que passaríamos por uma cura milagrosa estritamente para louvar ou glorificar a Deus, que seria uma ideia exclusivamente para nós ou para trazer outras pessoas para Deus? Isso poderia ser uma razão?

O Conselho: Sim, isso poderia ser um dos muitos, muitos motivos.

Você pode trazer glória ao nosso Criador, ao nosso Deus, de muitas maneiras, como uma testemunha ou prova de um milagre ou como uma demonstração de seu potencial interior.

Na próxima postagem: O Conselho nos dá uma visão sobre como as orações podem ajudar as almas que nós nunca conhecemos.

Para mais informações sobre William LePar e O Conselho ver
http://www.williamlepar.com/
Fonte: http://williamlepar.blogspot.com/
Tradução: SINTESE (Grão 5)
http://blogsintese.blogspot.com/
Respeite os créditos

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®