Perdão é o Caminho que Leva à Saída

Uma Mensagem de SAUL
Canalizada por John Smallman
23/05/2010

As preocupações terrenas que atraem a atenção da humanidade causam muita distração, e isto é impróprio porque vocês realmente precisam colocar sua atenção na fonte de seu Ser.

Deus os criou em Amor a partir do Amor, e vocês se esquecem disto quando desviam seu foco no Amor para interesses irreais.

Vocês são seres imortais - os companheiros de Deus - destinados a compartilhar e cooperar eternamente com a glória da criação, e regozijar-se no prodígio dessa experiência.

É hora de despertarem e deixarem a ilusão onde vocês têm mágoas demais e passam experiências aterradoras.

Quando vocês começam o processo de despertar, muitas questões espirituais e emocionais surgem e vocês precisam tratá-las e liberá-las, para que a paz e o amor que os cercam sejam consentidos, acolhidos e vividos.

As questões envolvidas são: o julgamento, a culpa, e o desejo de recompensa.

Mas vocês são seres espirituais perfeitos e essas questões são ilusórias: vocês não precisam nem magoar nem serem magoados e para perceberem isto, liberem essas questões e o sofrimento que elas causam.

Vocês somente poderiam ser magoados, e sofrerem, se fossem seres impróprios (o que vocês não são), e serem julgados e aceitarem esse julgamento.

Como criações perfeitas de Deus, o julgamento negativo de vocês não tem sentido.

Entretanto, como humanos no seu ambiente ilusório, lhes parece que vocês estão separados de seu Pai amoroso, e por essa razão vocês sentem que não têm valor.

Isto é muito dolorido, e então vocês constroem uma hierarquia irreal de valores do menor ao maior e através dela vocês tentam melhorar.

Para realizar isto satisfatoriamente, regras precisam ser inventadas e juízes nomeados para que todos possam ser julgados e colocados em seu "correto" lugar.

Entretanto, nenhum de vocês pode ficar satisfeito com a classificação que lhe é atribuída, então desacordos e situações de confronto surgem continuamente.

Pois na ilusão, como humanos num estado severamente limitado de consciência, vocês são incapazes de perceber um ao outro claramente e porque neste estado vocês podem se apresentar como outro e não como vocês realmente são, há uma confusão maciça já que vocês tentam melhorar sua posição à custa dos outros.

Consequentemente, não há espaço para a confiança e para a honestidade; sua sensação de não ser bom o suficiente se intensifica e vocês tentam cada vez mais melhorar em relação aos outros.

Obviamente, esta é uma situação de perder-perder, mesmo assim vocês persistem.

Seus julgamentos tornam-se cada vez mais extremos e seu sofrimento aumenta!

Só o que vocês precisam fazer é parar de se julgarem, e de julgarem aos outros, e aceitar um ao outro como vocês são.

Inicialmente, porque a ilusão parece tão real, isto significa vocês se aceitarem em sua imperfeição coletiva, sem julgamento - o grande separador - e ouvirem com compaixão as experiências dolorosas de cada um dos outros.

Se vocês forem acusados, não se defendam.

Apenas ouçam - sabendo que vocês também serão ouvidos.

Então lhes ficará óbvio que em sua dor vocês também têm se defendido ou atacado outros, provocando mais dor; portanto, o meio de avançar é cessar este comportamento.

Ao verem como seus sofrimentos são tão similares, sua compaixão aumenta e vocês aprendem a perdoar - vocês por seus julgamentos severos, e os outros por suas reações.

O perdão é o caminho que leva à saída.

A realidade ilusória está se desintegrando já que mais e mais de vocês estão passando para o caminho do perdão.

Aqueles que já estão nesse caminho acham-no muito mais honrado e mais calmo do que eles esperavam, e eles estão encorajando e convencendo outros para se unirem a eles.

A saída é claramente visível porque ela é banhada na mais gloriosa Luz - e nenhum de vocês deixará de notá-la!

Assim que o último sair, a ilusão se desintegrará atrás dele; mas ninguém irá perceber porque não haverá ninguém para ver.

Com muito amor,

Saul.

Fonte: http://johnsmallman.wordpress.com/

Tradução: SINTESE

http://blogsintese.blogspot.com/

Comentários